Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Incidente aconteceu ontem, ao início da tarde, junto à escadaria do Forte de São Miguel Arcanjo.
  • A presente semana está a ser marcada por uma grande ondulação na Praia do Norte na Nazaré. Momento em que os big riders partem para a água em busca de ondas grandes e são muitos os adeptos deste fenómeno bem como simples curiosos que, junto ao Farol da Nazaré, assistem a este bonito espetáculo.

    Espetáculo esse que requer certos tipos de cuidados ou não estivéssemos a falar de uma grande ondulação que acarreta consigo muito perigos para quem está dentro ou fora de água. Quando determinados medidas de segurança não são devidamente respeitadas as consequências podem ser gravosas.

    Foi precisamente isso que aconteceu ontem, mais concretamente ao início da tarde. Momento em que quatro pessoas, entre um grupo com mais de 10 unidades, foram atingidas por uma onda, mais violenta, junto à escadaria do conhecido Forte de São Miguel Arcanjo.

    As pessoas, dois homens e duas mulheres com cerca de 30 anos, de nacionalidades portuguesa, alemã e brasileira, foram imediatamente "ajudadas por outros populares e depois transportadas ao Hospital de Alcobaça para receberem tratamento", disse, à agência noticiosa Lusa, Paulo Gomes Agostinho, comandante da Capitania do Porto da Nazaré. 

    O mesmo responsável adiantou ainda que as quatro vítimas "sofreram escoriações e uma delas uma fratura na cabeça quando foram colhidas por uma onda e projetadas contra as pedras". 

    O comandante da Capitania do Porto da Nazaré alertou ainda que o "perigo de aceder a tal zona está sinalizado, com uma placa de proibição de acesso ao local", muitas vezes "batido por ondas entre os 10 e os 15 metros".

    Já Bruno Silva, que estava no local e foi o autor do vídeo que exibimos neste artigo, em declarações ao 'Beachcam' faz o contraponto em relação ao que foi dito pelo oficial.

    "Já li por aí que o incidente deveu-se ao facto das pessoas não terem respeitado a sinalização. Não foi isso que aconteceu, pois naquele local não existe sinalização. As pessoas não respeitaram o mar. Com tal ondulação as pessoas não deveriam ter descido a escadaria. É apenas isso. Depois do sucedido, a Polícia Marítima é que chegou ao local e vedou aquele acesso. Eu próprio questionei a Polícia Marítima, de como é possível com tanto dinheiro que é gerado pelo Canhão da Nazaré, como é que a escadaria ainda não foi arranjada e não foi colocada a respetiva sinalização de perigo."

    Este confesso adepto do espetáculo das ondas grandes considera que a melhorias condições do local onde tudo aconteceu é o "mínimo que pode ser feito pelas autoridades competentes" num sítio que "diariamente recebe muitos visitantes".

    Com ou sem sinalização a verdade é que a forte ondulação no local deverá manter-se até ao final da semana.

    Como tal, o comandante Paulo Gomes Agostinho deixa o aviso a todos aqueles que pretendam deslocar-se, nos próximos dias, até ao Canhão da Nazaré. "As pessoas que visitem o local tenham cuidado e evitem colocar-se próximo dos limites da arriba". 

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Praia do Norte
  • Nazaré
  • Acidente
  • pessoas
  • Feridos
  • Ondulação
  • Ondas grandes
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 06
Portugal com estreia positiva no Mundial de Para-surfing
dezembro 05
Frederico Morais para Teresa Bonvalot: 'Tens de estar é orgulhosa da atleta que foste este ano'
dezembro 05
Distritos de Faro e Beja com aviso laranja devido à chuva forte
dezembro 05
492 vidas já foram salvas pela Marinha desde o início do ano
dezembro 05
Mau tempo deixa todo o arquipélago dos Açores sob aviso amarelo
dezembro 05
Mundial ISA de Surf Adaptado já está na água: como ver a Seleção Nacional?
dezembro 05
Já não chega proteger a biodiversidade: restaurar é o caminho