Homepage

  • Occy abre o jogo sobre droga, álcool e os 110 kg que chegou a ter
    11 novembro 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Atualmente com um filho de dois anos, que se juntou aos dois mais velhos, Occy garante que à terceira foi mesmo de vez e que está sóbrio há cerca de 2 anos.
  • Mark Occhilupo é uma das maiores lendas, mas ao mesmo tempo uma das personagens mais carismáticas do surf mundial. O poderoso goofy australiano ficou na história pelo título mundial conquistado em 1999, já numa fase adiantada da carreira e numa altura em que tinha enfrentado um período delicado na sua vida.

    Occy teve muitas dificuldades em lidar com a fama precoce e com a pressão da competição, entregando-se ao vício do álcool e droga, conforme admite abertamente. Algo que o chegou a levar a uma profunda depressão, que o fez ganhar peso, até chegar aos 110 kg. Em retrospetiva, o surfista australiano garante estar, agora, sóbrio e recuperado de todos os fantasmas.

    A primeira vez que enfrentou a depressão tinha 17 anos, mas não tinha a mínima noção do que se tratava. Foi em entrevista ao meio australiano “news.com” que Occy abordou a sua relação com a depressão, assim como garantiu que a terceira tentativa de ficar sóbrio foi bem-sucedida. É caso para dizer que à terceira foi de vez para um dos campeões mais queridos do surf mundial.

    “Naquela altura as doenças mentais não eram assunto. Sentia que aquilo por que estava a passar acontecia apenas comigo. Não havia muitas maneiras de falar sobre isso como outras pessoas, ao contrário de agora. O aconselhamento não era grande coisa na época, por isso nunca falei sobre o assunto com alguém”, explicou Occy.

    Chegar ao WCT com 17 anos não foi fácil para o prodigioso jovem australiano, que acabou por abandonar o circuito pouco tempo depois, entrando numa espiral negativa. “A vida no Tour era muito veloz e acabou por me corroer por dentro. Pensava que estava apenas com saudades de casa. Voltei para a Austrália aos 19 e, praticamente, hibernei. Ganhei muito peso, o que me trouxe ansiedade. Ficava paranoico para ninguém me ver assim e não saía de casa. Foi uma bola de neve”, conta Occy, que chegou a pesar 110 quilos.

    Nessa altura, Occy acabou por encontrar apoio na bebida, apesar de garantir que a depressão não era constante, embora muito dura. “Automediquei-me com álcool. Bebia imenso, acordava com ressaca e voltava à loja para comprar mais álcool”, revela Occy, sobre um período da vida em que ainda nem tinha 20 anos.

    “A Billabong nunca precisou necessariamente que eu voltasse a competir, porque estavam preocupados que estragasse a imagem que tinha ganho anos antes”, refere. Mas foi mesmo a chamada da Billabong para uma campanha publicitária que o “despertou” e fez com que perdesse peso, acabando por regressar à competição.

    De regresso à melhor forma, Mark Occhilupo protagonizou um dos mais estrondosos regressos do desporto mundial, acabando mesmo por conquistar o título mundial em 1999. Contudo, o vício começou a regressar aos poucos. Ou melhor, Occy garante mesmo que nunca quis ficar sóbrio nas duas tentativas anteriores. “Eu bebia muito, embora as pessoas pensassem que já não o fazia”, conta.

    Atualmente com um filho de dois anos, que se juntou aos dois mais velhos, Occy garante que à terceira foi mesmo de vez e que está sóbrio há cerca de 2 anos. O australiano diz levar uma vida saudável e ocupada, deitando-se cedo e aproveitando a vida ao máximo. “Não sinto, de todo, falta do álcool”, remata.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mark Occhilupo
  • Drogas
  • Álcool
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
julho 03
Allianz Ericeira Pro arranca a todo o gás em Ribeira d'Ilhas
julho 04
Dia curto define finalistas do Allianz Ericeira Pro
julho 04
Comité Olímpico de Portugal reúne com surfistas na Ericeira
julho 03
Quercus apela à reutilização dos sacos de plástico e à sua correta reciclagem
julho 01
Guilherme Ribeiro: 'Quero mostrar que já tenho surf de homem' (Entrevista)
julho 02
Tiago Pires junta-se a Frederico Morais no Allianz Ericeira Pro
julho 03
Fim de semana vai ter muito sol e subida acentuada da temperatura
pub