Homepage

  • Fotografia
    Tó Mané
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Os melhores surfistas da zona Norte foram colocados à prova em quatro categorias distintas.
  • No passado fim de semana decorreu a Crédito Agrícola Open & Masters Cup, competição que proporcionou um bom espetáculo de surf na Praia Internacional do Porto e colocou à prova os melhores atletas da zona Norte em quatro categorias.

    A prova ficou marcada por excelentes condições, ondas com tamanho ideal, e um ambiente de convívio entre a comunidade surfista do norte do país.

    Esta competição marca o regresso da 'Porto & Matosinhos Wave Series 2019' neste último trimestre, iniciativa que tem ainda mais um evento em agenda.

    Na categoria Open a competição esteve renhida. As boas prestações de Nuno Corte Real, Zema Bruschy, Tomás Arroja e Gonçalo Magalhães, ao longo do campeonato, levaram os quatro atletas até à final.

    As duas melhoras ondas de Nuno Corte Real (9.50 e 7.50 pts) levaram este a um resultado muito positivo e que possibilitou a conquista do título Open. Zema Bruschy sagrou-se vice-campeão (12,64 pts), enquanto Tomás Arroja e Gonçalo Magalhães terminaram na terceira e quarta posições, respetivamente.

    No setor feminino, Beatriz Costa destacou-se na final com ondas consistentes e somou 12 pontos em 20 possíveis. O segundo lugar foi ocupado por Raquel Otero com 11,13 pontos. Raquel Vale e Ana Reverendo ficaram com a terceira e quarta posições, respetivamente. 

    Também nos atletas com mais de 35 anos, se percebeu que o surf continua no sangue destes. Patrick Jongenelen surfou as suas melhores ondas na casa dos 6,33 e 5,80 pontos e acabou por se sagrar campeão da categoria Masters (+35).

    Francisco Carvalho ocupou a segunda posição com 11,43 pontos e não muito atrás ficaram Nuno Nora e João Lagos que terminaram na terceira e quarta posições, respetivamente.

    Os surfistas da categoria Kahuna (+45) também deram espetáculo nas ondas da Praia Internacional.

    Luís Botelho fez a melhor onda da bateria (6 pontos) que lhe valeu o primeiro lugar com 9,20 pontos. Paulo Sampaio e Patrick Jongenelen terminaram a prova na segunda e terceira posições, respetivamente, deixando Rui Homem Ribeiro na quarta posição desta categoria.

    A Crédito Agrícola Open & Masters Cup teve a organização da Onda Pura em colaboração com as Câmaras Municipais do Porto e de Matosinhos, tendo ainda o apoio institucional da Federação Portuguesa de Surf, da Associação Onda do Norte e do Turismo do Porto e Norte de Portugal. 

     

    Nota: Ao clicares na fotografia que ilustra o artigo, poderás ver um vídeo com os melhores momentos da Crédito Agrícola Open & Masters Cup. 

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Praia
  • Mar
  • Surf
  • Praia Internacional
  • Porto
  • Portugal
  • Norte
  • Crédito Agrícola Open & Masters Cup
  • Porto & Matosinhos Wave Series
  • Onda Pura
  • Fotografia
    Tó Mané
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
abril 07
Vem aí a maior Super Lua do ano!
abril 08
Libertados cerca de mil peixes em perigo de extinção
abril 08
Aprovados 6 projetos para a redução do lixo marinho em Portugal
abril 08
Santa Cruz também fecha praias e proíbe surf
abril 07
APS Surf Tour 2020 será realizado online
abril 07
AESDP considera 'essencial' prolongamento das licenças de quem leciona surf
abril 07
Aritz Aranburu: “Surf em Tóquio vai ser muito elitista”
pub