Homepage

  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Entre os vários tubos destaque para o jovem Luís Perloiro, que, excluindo o campeão nacional, foi o homem do dia.
  • Houve muita emoção e drama. Houve campeão nacional. Houve tubos épicos e notas quase perfeitos. Resumidamente, houve quase tudo o que é preciso para uma competição ser memorável. Foi assim o segundo dia do Bom Petisco Cascais Pro, a última etapa da Liga MEO Surf, que coroou Miguel Blanco como bicampeão nacional de surf. 

    Foi uma jornada bem longa, com o furacão Lorenzo a continuar a proporcionar condições de excelência na praia que foi o berço do surf nacional. Os melhores surfistas nacionais aproveitaram um dos melhores dias de prova que há memória no surf nacional para dar um espetáculo sem igual.

    Entre os vários tubos destaque para o jovem Luís Perloiro, que, excluindo o campeão nacional, foi o homem do dia, tal a mestria com que encontrou uma toca pontuada com 9,75 pontos. O melhor mesmo é ver o resumo de um dia mágico em Carcavelos.  

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Carcavelos
  • Tubos
  • Miguel Blanco
  • Luís Perloiro
  • Bom Petisco Cascais Pro
  • liga meo surf
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANSurfistas
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
janeiro 23
Surf to Win apresenta equipa oficial para 2020
janeiro 24
Lewis Pugh é o primeiro humano a nadar sob camada de gelo na Antártida
janeiro 24
Gondomar retira das serras 3 toneladas de lixo por semana
janeiro 22
Tempestade Glória provoca ondulação inédita no Mediterrâneo
janeiro 23
Vem aí o Pacto Português para os Plásticos
janeiro 23
O ornitorrinco pode desaparecer devido à ocupação humana
janeiro 24
Austrália enfrenta praga de aranhas mortíferas