Homepage

  • Tomás vs Blanco: a batalha final com condições épicas
    02 outubro 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANS
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Face à ondulação de Oeste, graças à influência do ciclone Lorenzo, e ao vento que irá soprar de Norte (Offshore), é provável que nos dois primeiros dias de competição se assista a condições tubulares.
  • É já amanhã! O Bom Petisco Cascais Pro, derradeira etapa da Liga MEO Surf 2019, vai ter a primeira chamada pelas 7H30 desta quinta-feira, com Carcavelos a ser o palco de todas as decisões. Com o título feminino já entregue a Yolanda Sequeira, todas as atenções vão estar centradas em Tomás Fernandes e Miguel Blanco, que são os únicos surfistas com possibilidade de conseguirem o título nacional masculino.

    Com as previsões a apontarem para a entrada de uma grande ondulação, que reúne todos os condimentos para oferecer condições incríveis de surf, parecem assim reunidos todos os condimentos para uma última etapa emocionante. Face à ondulação que chega de Oeste, graças à influência do ciclone Lorenzo, e ao vento que irá soprar de Norte (Offshore), é bem provável que nos dois primeiros dias de competição se assista a condições tubulares.

    Caso Tomás e Blanco avancem até às rondas finais da prova cascalense é bem provável que o título seja decidido apenas no último dia de prova, no sábado, com ondas mais pequenas. Tomás Fernandes parte na frente, uma vez que lidera o ranking com 160 pontos de vantagem. Mas Miguel Blanco é o campeão em título e vai competir em casa.

    Contudo, as contas são claras: se Tomás chegar à final é automaticamente campeão nacional pela primeira vez na carreira. Se Miguel Blanco não conseguir chegar à final também entrega o título ao rival.

    Eis os cenários para a disputa do título masculino:

    – Se chegar à final Tomás Fernandes é automaticamente campeão;
    - Se Miguel Blanco não chegar à final, Tomás Fernandes é automaticamente campeão;
    – Se Tomás Fernandes ficar no 3.º ou 5.º posto, para ser campeão tem de esperar que Miguel Blanco não vença o evento*;
    – Se Tomás Fernandes ficar no 9.º posto ou pior, para ser campeão tem de esperar que Miguel Blanco não chegue à final;

    *Caso Miguel Blanco vença a etapa e Tomás Fernandes seja 3.º classificado, ambos terminam empatados, mas o desempate é favorável a Blanco.

    Pontos a favor de Tomás Fernandes:

    - Parte na frente em termos pontuais;

    - Tem sido o surfista em melhor forma ao longo da temporada na Liga;  

    - Ambição de chegar ao primeiro título nacional

    Pontos a favor de Miguel Blanco:

    - Compete em “casa”;

    - Já tem a experiência de ter conquistado o título no ano passado;

    - É melhor em condições pesadas e tubulares.

    Além desta emocionante luta pelo título, há ainda a possibilidade do campeão nacional garantir uma vaga para a etapa do WCT em Peniche, conforme já aconteceu em anos anteriores. Algo que apimenta ainda mais esta disputa. Está tudo a postos! E a festa promete ser grande já a partir de amanhã.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • liga meo surf 2019
  • Bom Petisco Cascais Pro
  • Tubos
  • Carcavelos
  • Tomás Fernandes
  • Miguel Blanco
  • título nacional
  • Fotografia
    Jorge Matreno/ANS
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
setembro 17
Está ON o dia final do Bom Petisco Peniche Pro!
setembro 17
Formação 'Surf & Rescue' a caminho da Figueira da Foz
setembro 17
Voluntários vão limpar a Praia do Cabedelo este sábado
setembro 17
Pure Piraña, a hard seltzer que refresca o verão
setembro 16
Bom Petisco Peniche Pro arranca com nota 10 e festa de tubos
setembro 17
Bom Petisco Peniche Pro: Dia dedicado ao surf feminino em Supertubos
setembro 17
Baía do Funchal acolhe terceira etapa do Circuito Regional da Madeira de SUP Race 2021