Homepage

  • Paddy Cosgrave: 'As redes sociais são cruciais para a promoção de Portugal como destino de surf'
    23 setembro 2019
    arrow
    arrow
  • 'Surf Talks by Turismo de Portugal' debateram, entre variados temos, a criação de um cluster do surf em Portugal.
  • A criação de um cluster do surf em Portugal foi um dos principais temas em debate nas 'Surf Talks by Turismo de Portugal'. Conversas inseridas na segunda edição da Surf Out Portugal, que teve lugar, no passado fim de semana, na Feira de Artesanato do Estoril (Fiartil). 

    A ideia associada à criação de um cluster esteve ontem em debate perante uma atenta plateia que contou, entre outros, com a presença de Paddy Cosgrave como orador. O fundador da Web Summit deixou a sua visão de como o nosso país poderá ser visto, lá fora, como um destino de surf de eleição.

    "Na última década, Portugal tornou-se um país muito convidativo. Vejo Portugal como a Califórnia da Europa. É onde todos querem estar nas mais diversas actividades. O Instagram e o Youtube têm sido e podem ser ferramentas muito importantes para promover Portugal como destino de surf. A tecnologia está presente em tudo. Os conteúdos da Nazaré, por exemplo, são partilhados no Youtube e no Instagram milhares de vezes. Isto capta a atenção das pessoas em relação a Portugal ser visto como um destino de eleição para o surf. Mesmo que 99,9% das pessoas que vejam esses conteúdos nunca venham a fazer surf. Esse é o poder das redes sociais", entende Paddy Cosgrave.

    O empreendedor irlandês sublinhou ainda as excelentes condições que o nosso país disponibiliza para quem visita e pensa na prática de surf. "Portugal tem todas as ferramentas necessárias, Desde logo tem uma localização privilegiada, pois está junto a um extenso oceano. É um país com uma bonita e extensa costa, pessoas fantásticas bem como um clima e comida bastante agradáveis. Tentem surfar na Irlanda durante os meses de Setembro ou Outubro e logo verão as diferenças", atirou Paddy Cosgrave em jeito de brincadeira. 

    Para o futuro, Paddy realçou ainda a importância da prática do surf ser acessível a todos, sobretudo entre os mais jovens, para estes que possam ter a "possibilidade de mostrar se têm ou não talento para a modalidade". 

    A criação de condições para o fabrico de grandes surfistas como por exemplo a concepção, a nível nacional, de uma academia de surf, que reúna os mais talentosos, poderá ser também um elemento chave no entender do responsável máximo da Web Summit. Um pouco à semelhança, segundo Paddy Cosgrave, do que é feito em França com os jovens praticantes de ténis.

    Já outro dos oradores presentes, Luís Araújo (presidente do Turismo de Portugal), considera que "o surf é mais do que um desporto, é um modo de vida. Desenvolvemos várias campanhas nesse sentido e é muito interessante porque é uma modalidade que pode ser praticada ao longo de todo o ano e em toda a zona costeira. Queremos trazer pessoas do surf para viver, trabalhar e estudar em Portugal, que é um destino imbatível e apresenta maior valor do que qualquer outro país”.

    O presidente do Turismo de Portugal não está apenas focado na questão dos atletas. "Quando elaboramos uma estratégia temos de ver o objecto de análise como um todo. Vemos o surf como um produto que pode acrescentar valor ao país. Temos a preocupação de organizar grandes eventos e isto abrange naturalmente os atletas e os locais. Claro que institucionalmente apoiamos os atletas, mas para nós é muito mais importante termos campanhas e atrair grandes eventos. Queremos ter uma visão do quadro todo e acabamos por estar perante uma situação 'win win' para todos", entende. 

    Para o futuro, Luís Araújo garante que Portugal "pretende ser, em termos de turismo, um dos destinos mais sustentáveis do mundo. Penso que o surf pode ajudar e muito a alcançar esse objetivo. Temos, pela frente, uma tarefa que não é só por Portugal, mas é por todos nós. Todos temos de trabalhar em conjunto, como um todo, para assim criar mais valor e atingir o cluster".

    Luís Araújo deixa ainda um alerta. "Temos ainda um caminho a percorrer para ligar a actividade do surf com o ambiente. Penso que todos nós estamos em falta em termos de trabalhar em conjunto na promoção da proteção dos oceanos e ajudar no que poderemos fazer pelo nosso país em relação a um ativo tão importante."

     

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Surf Out Portugal
  • Portugal
  • Estoril
  • FIARTIL
  • Paddy Cosgrave
  • Surf
  • Praia
  • Mar
  • Turismo de Portugal
  • Surf Talks by Turismo de Portugal
  • Luis Araújo
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
janeiro 24
Fim de semana será cinzento e com chuva a norte e no sul
janeiro 24
Lewis Pugh é o primeiro humano a nadar sob camada de gelo na Antártida
janeiro 24
Austrália enfrenta praga de aranhas mortíferas
janeiro 24
Justine Dupont vai ser comentadora em Tóquio’2020
janeiro 24
Gondomar retira das serras 3 toneladas de lixo por semana
janeiro 24
Está a chegar o Circuito de Surf do Centro 2020
janeiro 23
Vem aí o Pacto Português para os Plásticos