Homepage

  • Navio russo com amoníaco e gasóleo arde em porto norueguês
    27 setembro 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Rune Stoltz Bertinussen/EPA
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A origem do incêndio deverá ter acontecido quando cordas, óleo e materiais plásticos que estavam na traineira se incendiaram.
  • Uma traineira russa com um tanque cheio de amoníaco e cerca de 200 mil litros de combustível a bordo esteve em chamas num porto do norte da Noruega. Situação que levou as autoridades locais a evacuarem as áreas vizinhas por risco de explosão.

    O incêndio, que deflagrou no navio Bukhta Naezdnik, atracado no porto de Breivika, na Noruega, começou na quarta-feira, segundo a estação norueguesa NRK, adiantando que as autoridades receavam o perigo de explosão.

    A NRK, que divulgou fotos e vídeos que mostram o navio a arder e coberto de fumo espesso, adiantou que cerca de 100 pessoas foram retiradas da zona.

    O site de pesquisa de navios FleetMoon refere que a origem do incêndio deverá ter acontecido quando cordas, óleo e materiais plásticos que estavam na traineira se incendiaram. Porém, não explica como é que o incidente terá começado.

    O mesmo site afirma que os 29 tripulantes do navio foram retirados e quase todos foram levados para o hospital por possível inalação de fumo.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mar
  • Mundo
  • Noruega
  • Incêndio
  • Oceano
  • Navio
  • Fotografia
    Rune Stoltz Bertinussen/EPA
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 21
Este sábado há recolha de lixo marinho no Porto da Nazaré
julho 24
O Turismo de Surf vai a debate em nova Digital Talk do projeto Ericeira WSR+10
julho 23
Quatros surfistas foram porta-estandarte na Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio'2020
julho 23
O surf é imprevisível e ainda mais numas Olimpíadas em plena pandemia
julho 23
Fernando Aguerre e a estreia do surf nos Jogos: 'Estamos finalmente a surfar a onda olímpica'
julho 23
De Medina a John John, passando por Carissa e Johanne, os treinos prosseguem no ainda mar pequeno de Tsurigasaki Beach
julho 23
David Raimundo presta tributo a Kikas: 'Foste o primeiro surfista português qualificado para uns Jogos Olímpicos'