Homepage

  • ISEP acaba com venda de garrafas de água de plástico
    20 setembro 2019
    arrow
    arrow
  • Medida que tem como objetivo combater e evitar o consumo de plástico.
  • Na passada segunda-feira, o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) tomou a decisão de terminar com a venda de garrafas de água de plástico de 33 centilitros no campus. 

    O objetivo desta ação é o de "combater e evitar o consumo de plástico" no campus, conforme explicou Roque Brandão, vice-presidente do ISEP, à agência noticiosa Lusa.

    "Por ano, a associação de estudantes distribui uma garrafa por refeição a cada estudante que almoça ou janta nas instalações, o que representa mais de 120 mil garrafas. Além disso, por ano, são compradas nos diversos espaços 40 a 50 mil garrafas", disse.

    Segundo Roque Brandão, esta medida pretende incentivar ao uso de práticas alternativas, tendo já a associação de estudantes do instituto assegurado a instalação de "dispensadores".

    Além dos dispensadores, o responsável garante que os estudantes, professores e funcionários podem consumir a água da rede pública nos diversos bebedouros que estão espalhados pelo campus, uma vez que é "controlada" e própria para consumo.

    Um dos próximos passos do ISEP neste "combate ao plástico" passa também pela substituição das garrafas de plástico utilizadas em congressos, palestras e eventos por uma "garrafa de vidro do ISEP" e pela "venda de garrafas de plástico reutilizável" aos alunos.

    Todas estas medidas surgem no âmbito da campanha 'Agir Local, Pensar Global', iniciativa desenvolvida desde fevereiro pelo instituto em parceria com a LIPOR (serviço intermunicipalizado de gestão de resíduos do Porto) que visa "otimizar a separação dos resíduos" e contribuir para a adoção de práticas sustentáveis e amigas do ambiente.

    "Em fevereiro começamos com este projeto e, desde então, já retiramos vários caixotes do lixo e substituímos por postos de reciclagem", disse o responsável, adiantando que, através desta iniciativa, o ISEP já conseguiu que dois dos quatro contentores 'molok' de lixo indiferenciado passassem a ser utilizados para depositar lixo reciclável.

    "Conseguimos que 42% dos resíduos produzidos no campus fossem reciclados", salientou.

    À Lusa, Roque Brandão adiantou que, tendo em conta as medidas adotadas com vista à promoção de novas práticas sustentáveis e de promoção do meio ambiente, a instituição vai receber a certificação 'Coração Verde' da LIPOR.

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Porto
  • Portugal
  • Meio Ambiente
  • Plástico
  • Garrafa de plástico
  • Natureza
  • ISEP
  • Instituto de Engenharia do Porto
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 19
Gabriel Ribeiro está de volta em 2022 e 100% dedicado ao surf
janeiro 18
Teresa Bonvalot e a nova época: 'Estou com muita vontade de voltar ao ataque'
janeiro 18
Praias da capital do Peru atingidas por maré negra
janeiro 19
Julian Wilson lança marca de roupa
janeiro 18
The Wave vai construir mais seis parques no Reino Unido e Irlanda
janeiro 18
Parque das Gerações vive dias agitados e de preocupação quanto ao futuro
janeiro 18
Fernando Aguerre fala em "cenário de sonho" ter o surf nos Jogos Paralímpicos de 2028