Homepage

  • Joan Duru lesiona-se e é substituído por… Selecionador francês 
    10 setembro 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Conhece como poucos estes Mundiais ISA, pois, embora poucos se lembrem, venceu de forma surpreendente a medalha de ouro individual em 2004 e 2010.
  • A seleção de França sofreu uma baixa de última hora para o Mundial ISA, com Joan Duru a sofrer uma lesão num pé e a ficar impossibilitado de ajudar a equipa gaulesa nesta edição histórica, que vai determinar algumas das vagas para os Jogos Olímpicos de Tóquio’2020. Uma vez que a distância entre França e Japão ainda é grande e já com pouco tempo para encontrar um substituto, a equipa francesa acabou por recorrer a um dos… selecionadores.

    Acaba por ser uma decisão insólita, com o veterano surfista taitiano Hira Teriinatoofa a juntar-se a Jeremy Flores e ao conterrâneo Michel Bourez na equipa gaulesa. O experiente tube rider taitiano foi para o país do Sol Nascente como assistente técnico, mas devido à força das circunstâncias acabou por virar competidor.

    Mas desenganem-se aqueles que pensam que esta situação vai enfraquecer a equipa gaulesa, pois Hira Teriinatoofa ainda compete esporadicamente no circuito WQS, especialmente nas etapas taitianas. Além disso, conhece como poucos estes Mundiais ISA, pois, embora poucos se lembrem, venceu de forma surpreendente a medalha de ouro individual em 2004 e 2010.

    A juntar a isso, Hira destacou-se ao longo dos anos como um dos mais temíveis wildcards da etapa do WCT em Teahupoo. Foi em 2001 que se estreou nessas lides, tendo participado em quatro edições, a última das quais em 2016. O melhor registo foi em 2006, quando terminou no 5.º posto, depois de só ter sido travado pelo finalista Fred Patacchia nos quartos-de-final.

    Apesar dos 40 anos – são menos 7 que Kelly Slater! -, Hira Teriinatoofa ainda está em boa forma e pronto para ajudar os franceses. Tanto é que acabou por vencer o seu heat da ronda inaugural. O surfista taitiano somou 11,74 pontos no heat 20, batendo a concorrência do holandês Kaspar Hamminga, de Tsung-Lin Han (China Taipé) e Praneeth Sandaruwan (Sri Lanka).  

    Este tem sido um arranque de Mundial particularmente peculiar. Além deste episódio, a primeira ronda ficou ainda marcada pelo atraso do brasileiro Italo Ferreira. O top mundial saiu do aeroporto diramente para a água, surfando só os últimos 8 minutos do heat. Apesar do percalço, ainda foi a tempo de vencer o heat.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Hira Teriinatoofa
  • Japão
  • ISA World Surfing Games
  • França
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
setembro 18
Associação Sealand limpa Praia da Mexilhoeira
setembro 18
Carro de GMcNamara não foi furtado. Perdeu mala em Cascais e oferece 1000€ a quem encontrar o disco externo
setembro 18
Dois golfinhos mortos deram à costa em praias do Norte
setembro 18
As nações já qualificadas para Tóquio e os surfistas em risco
setembro 17
Cliff Diving Series: Campeões vitoriosos na despedida de 2019
setembro 17
Nuno Vitorino vs Tomás Valente – um heat nunca visto!
setembro 17
Circuito de Bodyboard 2019 - Restaurante O Sacas encerra em grande