Homepage

  • A caminho de Tóquio! Kelly Slater confirmado no Mundial ISA
    13 agosto 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A presença de Slater no Mundial ISA funcionará como um “passaporte legal” para que o rei possa estar entre os surfistas qualificáveis para Tóquio'2020.
  • A equipa norte-americana que vai participar dentro de semanas no Mundial ISA’2019, que se disputa no Japão, foi anunciada esta terça-feira e a grande novidade é a presença de Kelly Slater nos eleitos. Uma notícia que significa que Slater está com predisposição para marcar presença nos Jogos Olímpicos de Tóquio’2020, onde o surf irá fazer a estreia olímpica.

    O 11 vezes campeão mundial surge como substituto do lesionado John John Florence na lista de eleitos. A equipa masculina norte-americana é ainda composta por Kolohe Andino, o atual líder do ranking do World Tour, e ainda Conner Coffin. Já a equipa feminina é composta por Carissa Moore, também ela líder do ranking mundial feminino, Courtney Conlogue e Caroline Marks.

    A presença de Slater no Mundial ISA funcionará como um “passaporte legal” para que o rei possa estar entre os surfistas qualificáveis para Tóquio’2020, uma vez que o acordo entre a ISA e a WSL para o processo de qualificação estabeleceu que todos os surfistas interessantes em competir nos Jogos Olímpicos teriam de estar disponíveis para representar as respetivas seleções nos Mundiais ISA.

    Ora, se inicialmente isso não se verificou, até porque dificilmente KS conseguiria competir com Kolohe e John John no ranking do WCT por uma das duas vagas disponíveis por país, a verdade é que a grave lesão contraída pelo campeão mundial de 2016 e 2017 veio reavivar o sonho olímpico do veterano surfista, de 47 anos. Algo que Slater nunca escondeu em público.

    Com a presença já na edição deste ano dos Mundiais ISA, Slater fica agora a precisar “apenas” de estar entre os dois melhores norte-americanos – havaianos incluídos – do ranking do WCT no final da presente temporada. Ou seja, com Kolohe lançado na luta pelo título, KS ainda necessita de ultrapassar o lesionado John John, que dificilmente voltará à competição esta temporada.

    O rei, que ocupa atualmente o 8.º posto do ranking, tem, assim, cinco etapas pela frente para suprimir os mais de 11 pontos de distância para John John, tendo ainda de segurar os cerca de 4 mil pontos de vantagem para Conner Coffin (12.º do ranking). O surfista californiano afigura-se assim como o principal adversário de Kelly na corrida para Tóquio’2020. Os havaianos Seth Moniz (14.º) e Sebastian Zietz (23.º, já a cerca de 10 mil pontos) também poderão vir a ser candidatos a essa vaga.

    Parece estar tudo a encaminhar-se para a estreia olímpica do surf contar com a presença do maior nome da história da modalidade. Algo que seria, sem margem para dúvidas, um acontecimento ainda mais simbólico. A concretizar-se, Slater chegaria aos Jogos Olímpicos com 48 anos. Ainda assim, longe dos 72 anos que constituem o recorde para o atleta olímpico mais velho da história – registo alcançado na modalidade de tiro.

     

    Para usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Mundial ISA
  • Jogos Olímpicos
  • Tóquio'2020
  • Kelly Slater
  • Estados Unidos
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 15
Confinamento: AESDP esclarece posição tomada sobre atividade das escolas de surf
janeiro 15
Jaws prepara-se para receber maior ondulação dos últimos anos
janeiro 15
Confinamento: Escolas de surf proibidas de exercer atividade
janeiro 15
'Twiggy' Baker: 'A onda de Mavericks deu-me uma bofetada e mostrou quem manda'
janeiro 15
Frio mantém 8 distritos sob aviso amarelo até sábado
janeiro 15
Homem resgatado após acidente na zona rochosa da Praia do Porto Barril
janeiro 15
Surfista mordido por tubarão em Fernando de Noronha