Homepage

  • África arde mais do que a Amazónia
    29 agosto 2019
    arrow
    arrow
  • Ainda que grande parte destes incêndios tenham como origem queimadas e não em ambiente de floresta como na Amazónia.
  • Um pouco por todo o mundo, os olhos estão postos nos muitos incêndios que têm vindo a deflagrar na Amazónia, floresta tropical conhecida como o pulmão do mundo. 

    Porém, a verdade é que outras zonas do globo estão igualmente a contas com chamas e, pelos vistos, em maior número do que tem ocorrido na Amazónia. 

    Quem o diz é a agência noticiosa Bloomberg, através de um artigo recentemente publicado e que dá conta que alguns países em África estão também perante um cenário de devastação provocado pelos incêndios.

    À cabeça surgem imediatamente a República Democrática do Congo e Angola. Zâmbia, África do Sul e Tanzânia são outros dos países mais afectados.

    O já mencionado artigo da Blooomberg, suporta toda a sua narrativa em dados do satélite MODIS (Moderate Resolution Imaging Spectroradiometer), que é pertença da agência espacial NASA.

    Segundo esses mesmos dados, durante um período de dois dias no decorrer da última semana registaram-se 6902 incêndios em Angola e 3395 incêndios no Congo, enquanto no Brasil deflagraram 2127 incêndios. 

    Os mapas da NASA não permitem certezas quanto ao tipo de incêndios que ocorrem no continente africano, mas desconfia-se que grande parte destes números sejam devido a fogos ateados pelos agricultores, as denominadas queimadas.

    De tal forma que o Ministro da Comunicação Social de Angola, João Melo, já veio a público criticar estes dados.

    "As queimadas em África, incluindo, obviamente, Angola são um problema, que precisa de ser resolvido. Mas confundir fotos de capim a arder na nossa região com incêndios massivos em florestas é brincadeira. E misturar isso com politiquice barata, é pior ainda. Lamentável" disse o ministro na sua conta oficial na rede social Twitter. 

    Importa referir, que segundo dados da NASA, África é vítima de 71% dos fogos globais. Incêndios que, devido às características do clima, ocorrem entre Junho e Setembro, no Sul de África, e entre Novembro e Março, na África Subsariana.

    A maioria destes incêndios, que são essencialmente fogos agrícolas, têm como propósito preparar o solo para a época da colheita. 

     

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Fogo
  • Amazónia
  • Incêndios
  • Mundo
  • Meio Ambiente
  • Natureza
  • Ecossistema
  • África
  • Angola
  • República Democrática do Congo
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 26
Princesa da Noruega sagra-se campeã nacional júnior de surf
outubro 26
Nacional de Bodyboard: Miguel Adão fecha época com estreia vitoriosa na categoria Open
outubro 25
Rodrigo Carrajola e Jaime Bonito renovam os títulos nacionais de bodysurf
outubro 23
A hora vai mudar: relógios atrasam 60 minutos na madrugada de domingo
outubro 24
Do susto ao título: Joana Schenker é heptacampeã nacional de bodyboard
outubro 21
Costa da Morte, na Galiza, quer ser Reserva Mundial de Surf
outubro 24
Guincho recebe etapa única do Nacional de Bodysurf
pub