Homepage

  • Temperaturas começam a descer na Europa
    01 julho 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redacção
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Descida de 10 graus em Paris. Na zona leste francesa as temperaturas continuam ainda elevadas.
  • Após seis dias de onda de calor na Europa, que fez pelo menos oito mortos, as temperaturas começaram hoje finalmente a descer no Velho Continente.

    Na França, onde o recorde de temperatura mais elevada foi batido na passada sexta-feira, as temperaturas caíram cerca de 10 graus em Paris e no noroeste do país. Porém na zona leste continuam elevadas, mais concretamente na casa dos 36 e 37 graus centígrados.

    As temperaturas estão também mais suportáveis em Itália. No país da bota as temperaturas máximas são de 37 e 38 graus.

    De momento, pelo menos oito mortes foram relatadas devido à onda de calor que teve a sua génese no Saara: quatro em França (mais uma pessoa em situação de risco), duas em Espanha e duas em Itália. As vítimas mortais foram sobretudo pessoas idosas ou trabalhadores da construção civil.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Europa
  • Onda de calor
  • Temperatura
  • Verão
  • Sol
  • Calor
  • Fonte
    Redacção
similar News
similar
setembro 30
Melhores bodysurfers nacionais a caminho da Praia do Guincho
setembro 30
Ondas de Peniche vão coroar o novo campeão nacional de Surf Esperanças Sub-16
setembro 30
Finalíssima do Surf Esperanças Sub-12 de 2022 disputa-se na Praia Internacional do Porto
setembro 30
Temperatura vai ultrapassar os 30ºC no primeiro fim de semana de outubro
setembro 28
Mercedes-Benz vai celebrar o Dia Mundial do Mar com a temática Nazaré
setembro 28
Teresa Bonvalot, 10 anos de sucesso garantido em Mundiais ISA
setembro 28
Guilherme Fonseca: “Têm sido anos de muito sacrifício” (ENTREVISTA)