Homepage

  • Temperaturas começam a descer na Europa
    01 julho 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redacção
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Descida de 10 graus em Paris. Na zona leste francesa as temperaturas continuam ainda elevadas.
  • Após seis dias de onda de calor na Europa, que fez pelo menos oito mortos, as temperaturas começaram hoje finalmente a descer no Velho Continente.

    Na França, onde o recorde de temperatura mais elevada foi batido na passada sexta-feira, as temperaturas caíram cerca de 10 graus em Paris e no noroeste do país. Porém na zona leste continuam elevadas, mais concretamente na casa dos 36 e 37 graus centígrados.

    As temperaturas estão também mais suportáveis em Itália. No país da bota as temperaturas máximas são de 37 e 38 graus.

    De momento, pelo menos oito mortes foram relatadas devido à onda de calor que teve a sua génese no Saara: quatro em França (mais uma pessoa em situação de risco), duas em Espanha e duas em Itália. As vítimas mortais foram sobretudo pessoas idosas ou trabalhadores da construção civil.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Europa
  • Onda de calor
  • Temperatura
  • Verão
  • Sol
  • Calor
  • Fonte
    Redacção
pub
similar News
similar
janeiro 22
Costa Este americana vai receber nova piscina de ondas
janeiro 22
Inscrições abertas para o fecho do Circuito de Bodyboard do Ericeira Surf Clube
janeiro 22
Kikas recebe homenagem na Gala do Desporto de Cascais
janeiro 21
Potente gás com efeito de estufa está a aumentar na atmosfera
janeiro 21
Portugueses desenvolvem tecnologia para detetar lixo marinho
janeiro 21
Vila Real quer plantar um milhão de árvores em 2020
janeiro 21
China vai proibir os sacos de plástico nas principais cidades