Homepage

  • Portugal é o país que mais arde no Mediterrâneo
    12 julho 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Média de fogos é de 22.000 por ano, o dobro dos outros países mediterrânicos. Depois de Portugal, surgem a Espanha e a Grécia entre os países com mais incêndios.
  • O relatório “O Mediterrâneo arde”, lançado em Portugal na passada quarta-feira pela ANP/WWF (Associação Natureza Portugal/Fundo Mundial para a Natureza), analisou a situação dos incêndios florestais em Portugal, Espanha, Itália, Grécia e Turquia, países com localizaçáo junto ao mar em causa.

    Uma das conclusões desse relatório é que os países em questão totalizam, anualmente, mais de 80% da área total queimada na Europa. Entre estes cinco países, Portugal é o país que mais arde na zona do Mediterrâneo, tendo na última década quase o dobro dos incêndios e a maior área ardida.

    O mesmo documento indica que em Portugal ardem, em média todos os anos, quase 140.000 hectares, em mais de 22.00 incêndios, significando o dobro do número de fogos dos outros países do Mediterrâneo. Portugal possui igualmente a maior área ardida.

    Depois de Portugal, os países com mais incêndios são a Espanha (12.174) e a Grécia (9.222), com uma área ardida de 94.400 e 50.202 hectares, respetivamente, de acordo com os números da WWF. Os países menos afetados pelas chamas e com menos área ardida são a Itália e a Turquia.

    “Em Portugal no ano de 2017 foram 540.000 hectares destruídos pelas chamas, 250% a mais do que área média ardida por ano. Em Espanha cerca de 180.000 hectares arderam, 70% a mais do que o habitual anualmente. Além disso, 119 pessoas perderam a vida em Portugal e quatro em Espanha”, refere o relatório.

    A WWF refere que, em Junho de 2017, e pela primeira vez na Europa, “Portugal sofreu um novo tipo de incêndio, desconhecido até hoje pela comunidade científica”, mas que esteve claramente ligado às mudanças globais e que se tornou “incontrolável e letal”.

    Este tipo de fogo repetiu-se novamente, no mesmo ano, em Portugal e em Espanha, e no ano seguinte na Grécia.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Portugal Continental
  • Fogo
  • Europa
  • Ambiente
  • Mediterrâneo
  • Incêndios
  • Natureza
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
março 30
COI mantém qualificação de Tóquio’2020 para 2021
março 30
Clube de Surf de Faro lança Surf & Fitness em Casa
março 30
Empresários de Cascais lançam iniciativa que pode ajudar as escolas de surf
março 30
Municípios de Albufeira e Loulé condicionam acesso às praias
março 30
Alex Botelho concede primeira entrevista após acidente na Nazaré
março 30
FPS à caça dos talentos do futuro
março 30
Semana começa chuvosa e fria