Homepage

  • Dezenas de baleias-piloto encontradas mortas na Islândia
    22 julho 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    David Schwarzhans
  • Fonte
    Redacção
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • De momento, ainda não são conhecidas as razões para tal desaparecimento em massa das baleias-piloto.
  • Foi um cenário dantesco aquele que foi encontrado de forma acidental, na passada quinta-feira, na Praia de Longufjorur, local que está situado no parte oeste da Islândia.

    Isto porque mais de 60 cetáceos, da espécie baleia-piloto, foram encontrados sem vida e soterrados na areia. De momento não se sabe o que terá acontecido para originar tal cenário apocalíptico, sendo que as autoridades locais já estão a investigar o caso. Só depois da autópsia às baleias-piloto é que se saberá há quanto tempo, os animais em questão, perderam a vida.

    Este foi todo um cenário encontrado, de forma totalmente inesperada, por um grupo de turistas que sobrevoava, de helicóptero, a zona onde tudo ocorreu. Um local que é inacessível via automóvel e que recebe poucas visitas, dado o seu acesso muito díficil.

    À estação televisiva britânica 'BBC', o piloto do helicóptero, David Schwarzhans, contou os sentimentos vividos após a desoladora descoberta. "Estávamos a voar para norte quando encontrámos os mamíferos. Primeiramente não percebemos se eram baleias, focas ou golfinhos. Foi então que decidimos aterrar o helicóptero e contámos umas 60 baleias-piloto. No entanto devem existir mais, pois viam-se barbatanas a sair da areia. Cheirava muito mal. Foi trágico. Tratou-se de um cenário chocante, algo nada bonito de presenciar. Sobretudo por estarmos diante de tantas baleias-piloto sem vida."

    Foi o próprio David Schwarzhans que fotografou os mamíferos, imagens essas que já correram o mundo seja através das redes sociais ou imprensa.

    Já Edda Elisabet Magnusdottir, uma bióloga marinha e especialista neste tipo de animais, explicou igualmente à 'BBC' que a "maior parte deste tipo de mamíferos têm tendência a ficar desorientados quando chegam a águas pouco profundas".

    A mesma especialista adianta que as baleias-piloto normalmente nadam em grupos, podendo esse facto justificar o trágico incidente.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Baleia piloto
  • Europa
  • Islândia
  • Mundo
  • Natureza
  • Oceano
  • Ambiente
  • Ecossistema
  • Fotografia
    David Schwarzhans
  • Fonte
    Redacção
similar News
similar
setembro 20
Kanoa Igarashi, de vice-campeão mundial ISA à prata olímpica em casa
setembro 21
FPS lança a Semana do Surfing
setembro 21
Época balnear em Espinho prolongada até 26 de setembro
setembro 21
Save The Waves Film Fest Azores Tour chega ao Pico
setembro 20
Joana Schenker vai ajudar a limpar a Praia da Mareta
setembro 20
Finalíssima de Trestles foi o dia de competição mais visto de sempre em provas WSL
setembro 20
Inscrições reabertas para a etapa inaugural do Circuito de Surf do Ericeira Surf Clube