Homepage

  • Cliff Diving World Series a caminho dos Açores
    13 junho 2019
    arrow
    arrow
  • Evento decorrerá no ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel, nos dias 21 e 22 de junho. Gary Hunt e Rhiannan Iffland lideram os respetivos campeonatos.
  • Ano após ano, os Açores vão cimentando o seu estatuto de grande clássico do calendário da Red Bull Cliff Diving World Series.

    O encontro na única etapa onde ainda se pode reviver as origens desta modalidade extrema, com saltos realizados diretamente a partir das rochas, volta a acontecer nos dias 21 e 22 de junho, no ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel.

    Trata-se da oitava visita consecutiva do circuito mundial de saltos para a água de grande altura, o que confere aos Açores o estatuto da mais antiga referência do calendário.

    Para os 23 atletas de 14 países convocados para a competição, entre elementos do quadro permanente e wildcards, esta é uma oportunidade única. De todas as etapas do calendário, só os Açores oferecem a possibilidade de saltar diretamente das rochas, um tributo às origens do desporto nascido há mais de 200 anos no Havai.

    Entre o desafio das rochas, onde a maior proximidade com a terra exige uma enorme capacidade de impulsão, e os saltos mais complexos a partir das plataformas de 21 e 27 metros, a ação promete grande emoções.

    Do ponto de vista desportivo, os atuais campeões da Red Bull Cliff Diving World Series chegam à ilha de São Miguel na máxima força.

    Entre as Senhoras a australiana Rhiannan Iffland está invicta, com três vitórias em três etapas, enquanto o britânico Gary Hunt está isolado no comando com uma margem confortável. Hunt já venceu por três vezes a etapa açoriana, mas falhou esta conquista nas duas últimas edições.

    Ainda assim, o britânico de 35 anos é sempre favorito e desta vez não vai contar com a oposição do veterano Orlando Duque. O colombiano, que no ano passado sofreu uma queda e foi forçado a desistir, está pela primeira vez fora do quadro permanente e só participa em algumas das etapas como wildcard.

    Classificação geral após 3 etapas:

    Masculinos:

    1º Gary Hunt GBR | 400 pontos

    2º Andy Jones EUA | 220 pts

    3º Kris Kolanus POL | 200 pts

    4º Jonathan Paredes MEX | 190 pts

    5º Michal Navratil CZE | 170 pts

    Femininos:

    1ª Rhiannan Iffland AUS | 400 pontos

    2ª Yana Nestsiarava BLR | 290 pts

    3ª Lysanne Richard CAN | 240 pts

    4ª Jessica Macauly GBR | 200 pts

    5ª Maria Paula Quintero COL | 160 pts

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Ilha de São Miguel
  • Portugal
  • Red Bull
  • Mergulho
  • Rhiannan Iffland
  • Gary Hunt
  • Saltos
  • Red Bull Cliff Diving
  • Açores
  • ilhéu de Vila Franca do Campo
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
abril 01
Coronavírus lança o caos na indústria de surf
março 31
Kelly Slater aproveita isolamento para cantar (Vídeo)
março 31
Campeão mundial espanhol de surf adaptado está infetado com coronavírus
março 31
Em quarentena, campeã olímpica treina em piscina insuflável (Vídeo)
março 31
Escola de Surf da Figueira contorna quarentena com aulas online
março 30
Erupção do vulcão Merapi lança cinzas a 5 mil metros de altura
março 31
ISA World Surfing Games adiados por tempo indeterminado