Homepage

  • Reino Unido faz história ao declarar emergência climática
    03 maio 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    Reuters
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O Reino Unido deixou ainda um sério aviso aos Estados Unidos, mais concretamente ao presidente Trump.
  • O Reino Unido fez história ao tornar-se no primeiro país a declarar oficialmente estado de emergência ambiental, depois de o parlamento britânico ter aprovado na quarta-feira uma moção que reconhece a necessidade de reforçar o combate às alterações climáticas e à poluição, de forma a salvar o planeta.

    A moção, que não terá efeitos vinculativos, prevê que o Governo britânico desenvolva novas medidas para neutralizar as emissões de carbono até 2050, aumentar o consumo de energias renováveis e minimizar o desperdício. Medidas que o planeta agradece.

    O secretário do Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais britânico, Michael Gove, explicou que a legislação a ser introduzida “em breve” pelo Governo vai estabelecer os “mais altos padrões de proteção ambiental”. Haverá uma “mudança radical” na forma de enfrentar “os desafios da mudança climática” e “uma degradação ecológica mais ampla”.

    O Reino Unido deixou ainda um sério aviso aos Estados Unidos, mais concretamente ao presidente Trump. “Comprometemo-nos a trabalhar com outros países que tenham intenções sérias de acabar com a catástrofe climática e queremos deixar claro ao Presidente norte-americano, Donald Trump, que não pode ignorar os acordos internacionais e iniciativas para travar a crise climática”, afirmou o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

    “Não temos tempo a perder”, disse Corbyn. “Estamos a viver uma crise climática que irá acentuar-se de forma perigosa e descontrolada, a não ser que tomemos medidas rápidas e radicais”, prosseguiu, dizendo que já não se trata de um cenário “do futuro distante”.

    O ministro também insistiu que o Governo irá “em breve” produzir legislação para garantir que o Reino Unido terá os “mais altos padrões de proteção ambiental”. Assegurou que marcará uma “mudança radical na forma como o país enfrenta os desafios da mudança climática” e uma “degradação ecológica mais ampla ”.

    Nas últimas semanas, o movimento Extinction Rebellion tem feito manifestações nas cidades britânicas. Em algumas foi anunciado a intenção de reduzir a pegada de dióxido de carbono. A influência dessas manifestações pelo clima tem-se espalhado por outros países, tendo já chegado a Portugal.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: Público 

Tags
  • Reino Unido
  • Clima
  • Poluição
  • Emergência climática
  • Fotografia
    Reuters
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
novembro 30
Chuva não fica para o feriado: sol vai brilhar
novembro 29
Governo australiano é contra a inclusão da Grande Barreira de Coral na lista de Património Mundial em perigo
novembro 29
38 anos depois, acordou o maior vulcão ativo do mundo
novembro 29
Agitação marítima volta esta quarta-feira com sete distritos sob aviso amarelo
novembro 28
Ondas até 5 metros deixam oito distritos sob aviso amarelo
novembro 28
João Dantas e Frederico Carrilho são campeões nacionais de longboard
novembro 28
Joana Schenker deu palestra sobre o oceano em escola de Faro