Homepage

  • O espanhol Marcos Tapia vence o International Adaptive Surf Open
    22 maio 2019
    arrow
    arrow
  • Ontem, realizou-se o International Adaptive Surf Open, na categoria AS4, na praia do Rodanho, em Viana do Castelo.
  •  Tratou-se de uma espécie de antestreia do EuroSurf Adaptive e também uma forma de colocar em competição atletas que haviam ficado fora do quadro principal deste 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado.

     

    Marcos Tapia, campeão espanhol de AS4, surpreendeu com ondas excelentes em todos os heats, fazendo uma final fantástica com um resultado de 18.65, em 20 possíveis. A sua última onda foi mesmo a melhor do campeonato, tendo-lhe valido um total de 9.5.

     

    “O meu objetivo era ganhar. Acho que consegui fazer esta melhor onda por estar relaxado, pois sabia que estava a fazer uma boa competição”, referiu o vencedor. Acrescentando, “os meus adversários fizeram boas prestações face a condições, devido ao vento e à corrente, desafiantes para todos”.

     

    A Espanha também arrecadou o 2º lugar, através de Christians Marcos, tendo somado na final 11.56. Não estava a contar com este resultado, que considera um “extra bom”.

     

    “Não trouxe objetivos competitivos em mente. Vim para desfrutar e estar com os meus amigos, por isso qualquer resultado seria bom. Estou contente com o que consegui”, disse.

     

    O alemão Johannes Laing ficou satisfeito e surpreendido com o 3º lugar que conquistou, fazendo na final 8.5.

     

    “Hoje foi como um aquecimento para o EuroSurf Adaptive. Apesar das condições difíceis, foi bom, pois conheci adversários, como o Tapia. Foi muito divertido. Sobretudo na final, houve muita camaradagem entre os participantes “.

     

    A havaiana Ann Yoshida, campeã mundial de surf adaptado, foi 4ª da final. Tendo conseguido apenas fazer uma onda, na qual obteve 2.83.

     

    “É muito bom ter tido a possibilidade de também fazer parte do EuroSurf Adaptive desta forma, pois deram-me a oportunidade de competir. Diverti-me muito na água, apesar de nos heats da tarde o vento não ter ajudado. Os voluntários também foram muito acolhedores e agradeço tudo o que fizeram”, contou.

     

    “O dia de hoje mostrou que o nível competitivo está muito alto e, por isso, para este 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado esperamos ter ótimas performances”, disse Tiago Matos, Diretor Técnico do EuroSurf Adaptive 2019.

     

    A competição do 1st European Adaptive Surfing Championship, que conta com atletas de Portugal, Espanha, Itália, França, País de Gales e Alemanha, arranca já amanhã pelas 8h30 na praia do Rodanho. As categorias que vão competir são as seguintes: AS1; AS2; AS2 Ladies; AS4; AS5; AS5 Ladies; ASVI Fem.; e ASVI Open.

     

    “Este é um campeonato de alta competição. Estão aqui os melhores atletas da Europa”, adiantou também Tiago Matos. Tendo acrescentado, “um facto muito positivo é que vamos ter várias categorias femininas em prova”.

     

    Considera que “o EuroSurf Adaptive será importante também para que as pessoas com deficiência tenham acesso ao desporto e à alta competição”.

     

    Alex Reynolds, da International Surf Association (ISA), disse, hoje na primeira conferência do International Adaptive Surf Congress, que no ISA World Adaptive Surfing Championship, desde 2015 a 2018, “a participação de atletas registou um crescimento de 75% e a participação nacional registou um crescimento de 40%”.

     

    A participação das mulheres também tem vindo a crescer. “Em 2016, tivemos, em divisões do género misto, 7 mulheres, em representação de 5 países, e, em 2018, tivemos mulheres em todas as categorias, com a estreia da Visually Impaired Women, num total de 37 mulheres, de 16 países”, referiu.

     

    Amanhã, novamente pelas 16h00, realiza-se o segundo dia do congresso. Desta vez subordinado ao tema “WillPower”. Terá como oradores: Aitor Francesena (Euskadi/ Espanha); Marta Jordão Paço (Viana/ Portugal); Maximiliano Mattei (HappyWheels, Itália); e Ann Yoshida.

     

    O 1º Campeonato Europeu de Surf Adaptado tem organização do Surf Clube de Viana, em parceria com a Federação Europeia de Surf, a Federação Portuguesa de Surf, a Federação Portuguesa de Desporto para Pessoas com Deficiência, o Instituto Português do Desporto e Juventude, o Comité Paralímpico de Portugal e a Câmara Municipal de Viana do Castelo.

     

    Também pode assistir ao EuroSurf Adaptive 2019 em livestream, no website do SCV http://www.surfingviana.com/

     

    Boas Ondas! Melhor Surf!

     

    International Adaptive Surf Open Classificação Final:

    1º Marcos Tapia - 18.65 (Spn)

    2º Christians Marcos - 11.56 (Spn)

    3º Johannes Laing - 8.5 (Ger)

    4º Ann Yoshida - 2.83 (Haw)

     

Tags
  • International Adaptive Surf Open
  • Viana do Castelo
  • Surf Clube de Viana
  • Campeonato Europeu de Surf Adaptado
  • Federação Europeia de Surf
  • Federação Portuguesa de Surf
  • Federação Portuguesa de Desporto
  • Fotografia
    Tó Mané
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
junho 24
Europa enfrenta onda de calor
junho 24
Chuva continua até quarta-feira
junho 24
Capitania do Funchal emite alerta de má visibilidade
junho 24
Açores permanecem no calendário da Cliff Diving World Series
junho 24
Cliff Diving Series: Campeões dominam nos Açores
junho 24
Ângela Fernandes é campeã nacional de Maratona Águas Paradas
junho 23
Miguel Blanco e Teresa Bonvalot conquistam o Allianz Algarve Pro