Homepage

  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Martim Paulino e Beatriz Carvalho carimbaram este fim-de-semana o passaporte para a final internacional do Rip Curl Grom Search.
  • A 2ª etapa deste circuito dedicado à nova geração decorreu na Praia do Marcelino, Costa de Caparica, com Sol e boas ondas de 1m. A prova organizada pela ASCC (Associação de Surf da Costa de Caparica) contou com 110 inscritos divididos pelas seis categorias: Sub-16, Sub-14 e Sub-12 Masculino e Feminino.

    No sábado a nova geração já havia deixado claro que ia dar tudo na luta pelas duas vagas directas para a final deste circuito que irá realizar-se num local do planeta ainda a anunciar. Assistiu-se a surf de excelência nas boas direitas de 1m com várias notas acima dos 8.00 pontos. Para domingo as ondas baixaram um pouco de tamanho mas sem comprometer a qualidade e o nível de surf.
     
    A dupla local da Costa de Caparica alcançou o objectivo principal nas categorias Sub-16  Masculino e Feminino e irá representar Portugal nesse grande evento que, relembre-se, foi vencido recentemente pelo jovem português, Afonso Antunes, na Costa Rica.

    Na final de Sub-16 Masculino, foi precisamente o actual campeão do Grom Search e filho do ex-tricampeão nacional, João Antunes, a levar a melhor sobre os adversários conquistando a vitória. Afonso, que também é o actual campeão nacional de Sub-18, demonstrou um surf consistente, sólido e crítico terminando com um score de 13.23 pontos. Logo atrás ficou Martim Paulino que, após a vitória na 1ª etapa no Porto, fez o resultado necessário para suceder a Afonso Antunes no próximo ano. Com este 2º lugar, Paulino garantiu assim os pontos suficientes para vencer esta categoria. Joaquim Chaves e João Maria Mendonça ficaram em 3º e 4º lugar na final, respectivamente.
     
    “Fiquei um pouco chateado porque as ondas estavam difíceis e não consegui mostrar todo o meu surf”, começou por dizer Afonso Antunes. “Mesmo assim consegui ganhar e foi pena não ter conseguido ficar nos cinco primeiros para me apurar para a final europeia. Vou dar o meu melhor até final do ano principalmente nos pro juniores. A vitória no Rip Curl Pro Search internacional foi espectacular e deixou-me super feliz. Estavam lá muitos amigos e foi o melhor dia da minha vida”, finalizou.

    Já Martim Paulino estava radiante com o resultado. “Sinto-me concretizado”, afirmou. “A final foi muito boa, todos fizemos bom surf e as ondas permitiam fazer três ou quatro manobras. Já andava a pensar neste campeonato há meses e treinei para alcançar o objectivo de ir à final mundial. O Afonso (Antunes) mostrou o caminho para muitos de nós. Vou treinar muito para ter um bom resultado e quem sabe, ganhar”, concluiu.  

    No Feminino, Beatriz Carvalho superiorizou-se à concorrência ao vencer as duas etapas realizadas no circuito. Na final deste domingo, mostrou-se muito focada e com um surf com muita garra realizando boas manobras na zona crítica das ondas. Terminou com o score de 11.06 deixando em 2º lugar Benedita Teixeira, 3º Constância Simões e Inês Guerreiro em 4º.
     
    “Não podia estar mais feliz!”, começou por dizer. “É um orgulho para a ASCC, para a Caparica e para os meus patrocinadores. A final correu bem apesar de não ter conseguido completar o meu objectivo que era fazer notas acima dos seis pontos. Vi alguns vídeos da final internacional deste ano e o ambiente pareceu-me muito bom e havia altas ondas. Vou lá para me divertir e obter o melhor resultado possível”, finalizou

     

    De salientar ainda que, após estas duas etapas realizadas e a qualificação directa de Martim Paulino e Beatriz Carvalho para a Final Mundial, qualificam-se ainda para a Final Europeia os atletas que terminaram do 2º ao 5º lugar do ranking. São eles, Joaquim Chaves, Martim Nunes, Daniel Nóbrega e Sacha Garcia no masculino. Constância Simões, Benedita Teixeira, Inês Guerreiro e Raquel Otero no feminino. Esta prova vai ser realizada no dia anterior ao WCT Rip Curl Pro em Peniche.
     
    Nos Sub-14 Masculino, Francisco Ordonhas e Matias Canhoto travaram um duelo muito interessante, mas foi o primeiro quem levou a melhor garantindo a vitória com 13.23 pontos. Canhoto ficou em 2º, Francisco Mittermayer em 3º e João Maria Pereira em 4º. 
    Nesta categoria Feminina, a vitória voltou a sorrir a Constância Simões tal como havia acontecido no Porto. Ana Lima ficou em 2º, Leonor Gomes em 3º e Inês Santos em 4º.
     
    Em termos de prémios, os campeões do circuito nesta categoria, Matias Canhoto e Constância Simões, receberam uma viagem às Maldivas atribuída pelo MEO

    Na final de Sub-12 Masculino, Matias Canhoto também repetiu a vitória da etapa anterior garantindo o título da categoria. Jaime Veselko ficou em 2º, Tiago Guerra em 3º e Salvador Vala em 4º.
    Nesta categoria feminina, Constância Simões conquistou igualmente a sua segunda vitória consecutiva garantindo o título. Nesta final, Inês Santos ficou em 2º, Miriam Julião em 3º e Sofia Matos em 4º.
     
    A Rip Curl também atribuiu um prémio a Tiago Faria que realizou a melhor onda (9.50), o melhor score (17.83 pontos) e a melhor manobra do campeonato.

    “Estou emocionado com aquilo a que assistimos aqui hoje”, afirmou o presidente da ASCC, Miguel Gomes. “É o culminar do trabalho do clube em termos de formação ao longo dos últimos seis anos. É um orgulho indescritível ver o Martim Paulino e a Beatriz Carvalho na final mundial. O trabalho com a Rip Curl tem sido muito positivo e já está confirmada a realização do evento no próximo ano. O clube, a Rip Curl, o MEO e todos os nossos patrocinadores estão de parabéns por estarem a apostar nos jovens e no futuro do surf nacional”, salientou.      
     
    Já pelo lado da Rip Curl Portugal, o director geral da marca, José Farinha afirmou que “A Caparica não falha. Tivemos um campeonato com excelentes ondas ideais para estas categorias. Tivemos uns justos vencedores que vão representar muito bem Portugal lá fora. Esperemos que consigam fazer aquilo que o Afonso Antunes fez e que venham de lá campeões. Iremos fazer uma repescagem do Grom Search no dia anterior ao início da prova do circuito mundial em Peniche. Chegámos à conclusão que seria mais justo aqueles que ficaram entre o 2º e o 5º lugar poderem também lutar por um lugar na final mundial. Teremos atletas de Portugal, Espanha, França e Inglaterra e esperemos que ganhe um português”, finalizou.   

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

     

Tags
  • Rip Curl Grom Search
  • Martim Paulino
  • Beatriz Carvalho
  • Mundial do Rip Curl Grom Search
  • Costa da Caparica
  • Fonte
    Comunicado de Imprensa
pub
similar News
similar
agosto 21
O que são 'noites tropicais'?
agosto 21
O calor chegou! 15 distritos com temperaturas iguais ou superiores a 30ºC
agosto 21
Casal francês arrisca prisão por roubar 40 kg de areia da Sardenha
agosto 21
ASCC Super Groms regressa em Setembro
agosto 21
Surf proibido durante o verão em praia de Nova Iorque
agosto 20
Mais de 500 jovens participaram no programa 'Nadador Salvador Júnior'
agosto 20
Donald Trump taxa pranchas de surf importadas da China