Homepage

  • Rússia liberta centenas de baleias que estavam em cativeiro
    22 abril 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Ao todo, estavam 11 orcas e 87 belugas apinhadas em prisões subaquáticas, que só foram descobertas graças às imagens capturadas por um drone.
  • As imagens que denunciaram as centenas de baleias que viviam em cativeiro numa baía perto da cidade portuária de Nakhodka, no mar do Japão, correram o mundo e originaram indignação a nível internacional. Agora, perante todas as críticas, a Rússia acedeu a libertar os animais.

    Ao todo, estavam 11 orcas e 87 belugas apinhadas em prisões subaquáticas, que só foram descobertas graças às imagens capturadas por um drone. Os animais estavam em cativeiro para, supostamente, seguirem para parques aquáticos situados, sobretudo, na Ásia. Mas, agora, tudo acabou em bem para estes mamíferos.

    O Kremlin deciciu intervir e impediu a venda das baleias para a China. Uma decisão que coincidiu com a visita de Jean-Michel Cousteau, da Ocean Futures Society, que chegou na sexta-feira ao extremo oriente da Rússia para inspecionar os mamíferos e ajudar a criar condições para a libertação.

    Cousteau, filho do famoso oceanógrafo Jacques Cousteau, tinha-se afirmado preocupado com as condições dos animais e oferecido a sua ajuda ao governo russo. O ministro russo dos Recursos Naturais, Dmitry Kobylkin, disse que o verão oferece condições mais favoráveis para a libertação das baleias. A operação de reabilitar os animais deverá custar cerca de quatro milhões de dólares.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Rússia
  • Cativeiro
  • Baleias
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
janeiro 26
Avistadas caravelas-portuguesas nas praias de Sines e Odemira
janeiro 26
Se Tóquio não puder, Florida quer organizar os Jogos Olímpicos em 2021
janeiro 26
Depressão Justine vai trazer ondas até 9 metros aos Açores
janeiro 26
Câmara de Cascais sublinha que 'não é possível' praticar surf nas praias
janeiro 25
Fechadas as praias de S. Pedro de Moel
dezembro 30
Ano de 2021 vai começar ainda mais frio
janeiro 25
Estrada na Nova Zelândia encerrada temporariamente para proteger leões-marinhos