Homepage

  • Melhores surfistas nacionais e Allianz angariam mais de meia tonelada de bens para Moçambique
    04 abril 2019
    arrow
    arrow
Tags
  • Fonte
    Comunicado de imprensa
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Na sequência da devastação proveniente da passagem do ciclone Idai, os melhores surfistas nacionais e a Allianz deram as mãos por Moçambique numa missão de solidariedade de recolha de alimentos, água e roupa ao longo do Allianz Figueira Pro, 2ª etapa da Liga MEO Surf, que decorreu nos passados dias 29 a 31 de Março.
  • O resultado final considera 266 kg de roupa, 195 litros de água e 44 kg de alimentos,
    superando assim a fasquia da meia tonelada. Os bens angariados serão enviados para
    Moçambique em articulação com a Cruz Vermelha Portuguesa e Moçambicana, numa lógica
    concertada entre esta e outras iniciativas, primando pelos bens mais essenciais no imediato,
    que seguirão no próximo sábado (6 de Abril), e os restantes nas duas semanas seguintes.

    José Francisco Neves, Membro do Comité Execultivo - Director de Market Management da
    Allianz Portugal

    “A Allianz Portugal tem um compromisso assumido com a responsabilidade social, pelo que
    não podíamos deixar de apoiar a população moçambicana, numa altura em que tanto
    necessita. O resultado desta iniciativa superou as nossas expectativas. Em apenas três dias
    foram angariados quase duzentos litros de água, quase 100 kg de alimentos e água e mais de
    250 kg de roupa, que irão, sem dúvida, fazer a diferença.”


    Francisco Rodrigues, Presidente da Associação Nacional de Surfistas
    “Estamos muito contentes em poder contribuir! Desde os surfistas que, no meio das suas
    baterias de competição, faziam os seus donativos, aos pais e treinadores que também se
    empenharam, assim como o público em geral que respondeu ‘sim’ ao nosso apelo. À distância
    é efectivamente difícil conhecer em rigor a profundidade dos problemas em Moçambique.
    Mais complicado ainda é chegar definitivamente à sua solução. Mas uma coisa é certa, o
    contributo da comunidade de Surf em Portugal está quase a chegar. Muito obrigado a todos os
    que participaram e fazemos votos de rápidas e firmes melhorias das condições do dia a dia de
    todos Moçambicanos”.



    Simbolicamente, esta recolha aconteceu durante a etapa da Figueira da Foz, Concelho que
    também foi fustigada por uma tempestade em Outubro de 2018, o Furacão ‘Leslie’,
    conhecendo assim por experiência própria as dificuldades inerentes, independentemente das
    proporções dos infortúnios que resultaram em cada um dos casos.

    A Liga MEO Surf 2019 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o
    patrocínio do MEO, Allianz Seguros, Renault, Bom Petisco, Banco Santander, Somersby, Rip
    Curl, os parceiros de sustentabilidade Fundação Altice e Jerónimo Martins, com o apoio local
    da Câmara Municipal da Figueira da Foz e Associação de Surf da Figueira da Foz, com o apoio
    técnico da Federação Portuguesa de Surf.

    Mais informações em www.ansurfistas.com.

Tags
  • Fonte
    Comunicado de imprensa
pub
similar News
similar
maio 27
Revelados os limites de lotação das praias do Algarve, Tejo e Oeste
junho 02
Realizada a 1ª formação e-learning de Prevenção do Afogamento em Portugal
junho 02
'Verão no Parque' já chegou a mais 4 espaços do concelho de Cascais
junho 02
Caravanismo ilegal originou 92 autos de contraordenação na Costa Vicentina
junho 02
Stephanie Gilmore apostada em chegar ao oitavo título
junho 01
“Enfrentámos muitas dificuldades para o surf chegar aos Jogos”
junho 01
Prolongadas as licenças das escolas de surf emitidas pelo Porto de Leixões
pub