Homepage

  • Cientistas descobrem bactéria que come petróleo
    23 abril 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Estes seres desempenham um papel importante em desastres naturais que envolvam derrames de petróleo nos mares.
  • Uma equipa de cientistas descobriu uma bactéria que come petróleo nas profundezas do mar, mais concretamente no fundo da famosa fossa Mariana. Trata-se de uma bactéria única descoberta fruto da análise mais completa às populações microbianas deste poço. Os resultados desta investigação foram publicados na passada sexta-feira na revista científica especializada Microbiome.

    Esta descoberta aconteceu precisamente nesta fossa localizada no Pacífico Ocidental, o local mais profundo do oceano, com 11.00 metros de profundidade. A expedição foi feita por especialistas da Universidade de East Anglia (UEA), no Reino Unido, em parceria com cientistas da China e da Rússia.

    “A nossa equipa recolheu amostras da população microbiana na parte mais profunda da Fossa das Marianas. Estudamos as amostras recolhidas e a equipa identificou um novo grupo de bactérias degradadoras de hidrocarbonetos”, disse o cientista da Faculdade de Ciências Biológicas da UEA, Jonathan Todd, citado em comunicado.

    Segundo as explicações do cientista, “os hidrocarbonetos são compostos orgânicos compostos por hidrogénio e átomos de carbono, sendo encontrados em muitos lugares, incluindo no petróleo bruto e no gás natural”. Algo que faz com que “estes tipos de micro-organismos comam compostos semelhantes aos do petróleo, utilizando-os em seguida como combustível”.

    Estes seres desempenham um papel importante em desastres naturais que envolvam derrames de petróleo nos mares, tal como aconteceu no Golfo do México em 2010. A equipa concluiu ainda que a proporção destes microrganismos que degradam hidrocarbonetos é inclusive mais alta no poço do que na Terra.

    “Para nossa surpresa, também identificamos hidrocarbonetos produzidos biologicamente em sedimentos oceânicos no fundo do poço, o que sugere que uma população microbiana única está a produzir hidrocarbonetos neste ambiente”, sublinhou Nikolai Pedentchouk, da Escola de Ciências Ambientais da UEA.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Fossa das Marianas
  • Petróleo
  • bactéria
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 08
Aviso amarelo de chuva alargado aos distritos de Lisboa e Setúbal
fevereiro 08
Condomínio privado vai nascer bem próximo de Ribeira d'Ilhas para 'atrair entusiastas de surf'
fevereiro 08
Fundo dinamarquês quer investir oito mil milhões de euros em energia eólica ao largo da Figueira da Foz
fevereiro 07
O tempo vai mudar esta quarta-feira: vem aí chuva em especial na região Sul
fevereiro 07
Seleção Nacional de Surf inicia operação Mundial ISA/Eurosurf com estágio em Peniche
fevereiro 07
Caparica recebe em março prova de qualificação para a Liga MEO Surf 2023
fevereiro 07
Cursos de Treinadores de Surfing Grau I/Surf Grau II da ASIP alargados a novos locais e já com inscrições abertas