Homepage

  • Cientistas descobrem bactéria que come petróleo
    23 abril 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Estes seres desempenham um papel importante em desastres naturais que envolvam derrames de petróleo nos mares.
  • Uma equipa de cientistas descobriu uma bactéria que come petróleo nas profundezas do mar, mais concretamente no fundo da famosa fossa Mariana. Trata-se de uma bactéria única descoberta fruto da análise mais completa às populações microbianas deste poço. Os resultados desta investigação foram publicados na passada sexta-feira na revista científica especializada Microbiome.

    Esta descoberta aconteceu precisamente nesta fossa localizada no Pacífico Ocidental, o local mais profundo do oceano, com 11.00 metros de profundidade. A expedição foi feita por especialistas da Universidade de East Anglia (UEA), no Reino Unido, em parceria com cientistas da China e da Rússia.

    “A nossa equipa recolheu amostras da população microbiana na parte mais profunda da Fossa das Marianas. Estudamos as amostras recolhidas e a equipa identificou um novo grupo de bactérias degradadoras de hidrocarbonetos”, disse o cientista da Faculdade de Ciências Biológicas da UEA, Jonathan Todd, citado em comunicado.

    Segundo as explicações do cientista, “os hidrocarbonetos são compostos orgânicos compostos por hidrogénio e átomos de carbono, sendo encontrados em muitos lugares, incluindo no petróleo bruto e no gás natural”. Algo que faz com que “estes tipos de micro-organismos comam compostos semelhantes aos do petróleo, utilizando-os em seguida como combustível”.

    Estes seres desempenham um papel importante em desastres naturais que envolvam derrames de petróleo nos mares, tal como aconteceu no Golfo do México em 2010. A equipa concluiu ainda que a proporção destes microrganismos que degradam hidrocarbonetos é inclusive mais alta no poço do que na Terra.

    “Para nossa surpresa, também identificamos hidrocarbonetos produzidos biologicamente em sedimentos oceânicos no fundo do poço, o que sugere que uma população microbiana única está a produzir hidrocarbonetos neste ambiente”, sublinhou Nikolai Pedentchouk, da Escola de Ciências Ambientais da UEA.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Fossa das Marianas
  • Petróleo
  • bactéria
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 31
Porque motivo este verão está a ser tão ventoso? Pedro 'Pecas' explica
julho 28
Em Tóquio'2020, regressou o bom e velho Owen Wright: 'Muitos pensavam que não ia chegar às medalhas'
julho 28
Japão foi o país mais medalhado na prova olímpica de surf
julho 30
Projeto Ericeira WSR+10 discutiu o Turismo de Surf em nova conferência
julho 30
David Raimundo: “2021 foi o ano que mais me marcou”
julho 29
Yolanda Hopkins: “Se alguém me apoiar a sério, não vou desiludir”
julho 29
Frederico Morais já regressou aos treinos no mar