Homepage

  • Meio milhar de animais selvagens sofrem com o turismo
    18 fevereiro 2019
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    World Animal Protection
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Segundo a World Animal Protection existem 550 mil animais selvagens em cativeiro espalhados por todo o Mundo, com o fim exclusivo de entreter turistas.
  • Os animais selvagens são uma das principais atrações turísticas em vários pontos do globo. Da Indonésia à Amazónia, passando por inúmeros destinos famosos em termos turísticos, não faltam exemplos onde algumas espécies raras servem de atração para turistas. No entanto, essa realidade esconde um cenário de crueldade para os animais que vivem em cativeiro.

    Segundo a World Animal Protection existem 550 mil animais selvagens em cativeiro espalhados por todo o Mundo, com o fim exclusivo de entreter turistas. Uma atividade que por mais aliciante e bonita que pareça para os turistas, acaba por ser stressante e traumatizante para os animais que se encontram, longe do habitat natural, sem liberdade e em condições precárias.

    O jornal “El Tiempo” dá como exemplo um complexo turístico peruano em Puerto Alegría, situado na selva amazónica, junto à Colômbia, e onde apenas se pode consegue chegar através do rio Amazonas. Em dezembro passado as autoridades peruanas e a ONG Entropika a resgatarem mais de duas dezenas de animais que se encontravam em cativeiro.

    A viverem em condições precárias, os animais, sabiam as autoridades, tinham sido roubados ilegalmente da floresta. No entanto, a operação de resgate apenas conseguiu capturar 23 dos 28 animais que supostamente haviam sido levados para Puerto Alegría de forma ilegal.

    Da lista de animais faziam parte uma anaconda, três preguiças, papagaios, araras, um peixe-boi, entre outras espécies raras da Amazónia. Todos os animais foram transportados para um centro de reabilitação animal, onde alguns ainda se encontram a recuperar das lesões provocadas pelo cativeiro. Uma prova do quão prejudicial pode ser esta situação para eles.

    No entanto, este é apenas um pequeno exemplo daquilo que se passa ao redor do Mundo. A Organização Mundial do Turismo estima que dos 1500 milhões de dólares gerados pela indústria do turismo, 20 a 40 por cento proveem do negócio do turismo com animais selvagens, sendo que em cerca de 75 por cento desses casos as atrações turísticas têm impacto negativo no bem-estar dos animais.

    Por vezes, os próprios turistas podem não ter noção destas situações. Segundo números de um estudo realizado por uma universidade inglesa e divulgados pela World Animal Protection, são mais de 100 milhões de pessoas por ano que contactam com esta realidade, muitas delas sem se perceberem do mal a que os animais estão sujeitos.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Animais selvagens
  • Cativeiro
  • Amazónia
  • Turismo
  • Fotografia
    World Animal Protection
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 03
Lucas Fink, de Ipanema para as ondas grandes da Nazaré com a prancha de skimboard: 'Se o teu sonho não te dá medo, não estás a sonhar alto'
fevereiro 03
Sol e temperaturas acima dos 20ºC no primeiro fim de semana de fevereiro
fevereiro 03
Está a chegar o Circuito Regional de Surf do Sul 2023!
fevereiro 02
Tempo frio ainda deixa três distritos sob aviso amarelo
fevereiro 02
Praia da Empa coroou vencedores do Science Ericeira 2022
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global