Homepage

  • Culatra, exemplo europeu de transição para energias limpas
    25 fevereiro 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • As ilhas Aran (Irlanda), o arquipelágo Cres-Lošinj (Croácia), Sifnos (Grécia), Salina (Itália) e La Palma (Espanha) são as outras ilhas deste projeto piloto da União Europeia.
  • A ilha da Culatra, no Algarve, prepara-se para liderar um projeto piloto que a vai colocar como um exemplo a nível europeu em termos de transição para energias limpas. O projeto “Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável” vai receber o apoio da Comunidade Europeia e será dinamizado em parceria pela Universidade do Algarve e a Associação de Moradores da Ilha da Culatra (AMIC).

    De acordo com a notícia avançada pelo portal algarvio “Sul Informação”, este projeto foi selecionado pelo Secretariado Europeu para as Energias Limpas nas Ilhas para ser um dos seis projetos pilotos em toda a Europa. O organismo dar ainda apoio na criação de uma agenda para tornar a Culatra uma comunidade autossuficiente a nível energético e recorrendo, exclusivamente, a fontes limpas e renováveis. Essa agenda será apresentada até ao verão.

    As ilhas Aran (Irlanda), o arquipelágo Cres-Lošinj (Croácia), Sifnos (Grécia), Salina (Itália) e La Palma (Espanha) são as outras ilhas, a par da Culatra, que lideram este projeto piloto. Os Açores também fazem parte da lista das 26 ilhas/arquipélagos que estão neste processo, mas só terão de apresentar a sua Agenda para a Transição Energética até ao Verão de 2020.

    O “Culatra 2030 – Comunidade Energética Sustentável” é um projeto que pretende dotar o núcleo piscatório da Culatra, em Faro, de uma rede energética totalmente assegurada por fontes renováveis e limpas, gerida de forma integrada e inteligente, associada a um compromisso com a preservação dos valores ambientais e com a sustentabilidade.

    A comunidade desta ilha algarvia terá agora cerca de seis meses para definir o caminho que quer seguir, apontar soluções e “fazer um road map, onde estejam definidas as diversas intervenções e o seu financiamento”, segundo explicou André Pacheco, investigador do Centro de Investigação Marinha e Ambiental (CIMA) e coordenador da equipa de energias renováveis marinhas deste centro de investigação, ao “Sul Informação”.

    Para criar essa agenda para a Transição Energética, a Associação de Moradores da Ilha da Culatra terá a ajuda da universidade, mas também do setor privado. “Já houve empresas que mostraram interesse em ser parceiras do projeto, como a Iberwind, a Enercoutim, a Sun Concept e a Areal. Também temos tido a colaboração da EDP Distribuição na fase de diagnóstico dos consumos”, confidenciou André Pacheco, que tem estado a trabalhar em conjunto com os moradores da ilha da Ria Formosa.

    O facto de a Culatra ser uma das ilhas piloto deste processo e ter o apoio do Clean Energy for EU Islands “posicionará a região como centro de excelência em investigação e formação em energias renováveis”, acredita a Universidade do Algarve.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: Sul Informação

Tags
  • Culatra
  • Algarve
  • Transição energética
  • Energias renováveis
  • União Europeia
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
agosto 06
Água do mar bem quente está a marcar o início de agosto no Algarve
agosto 06
Resultado das análises à água da Praia da Nazaré conhecido amanhã
agosto 06
Nic von Rupp reforça team do shaper de John John Florence
agosto 05
Praia da Nazaré está interdita a banhos
agosto 06
Miss Costa Nova Cup 2020 já tem data marcada
agosto 06
Estação Salva-vidas de Cascais resgata dois praticantes de SUP na Praia da Parede
agosto 05
FPS concentra calendário competitivo até outubro para fugir a hipotético confinamento
pub