Homepage

  • Macaronésia assume “tolerância zero” ao plástico
    26 fevereiro 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Decisão surge na sequência dos trabalhos para as Jornadas Parlamentares Atlânticas, que se realizam no próximo ano em Cabo Verde.
  • Os presidentes dos parlamentos da Madeira, Açores, Canárias e Cabo Verde, ilhas que compõem a Macaronésia, assumiram, esta segunda-feira, na cidade da Praia, na ilha de Santiago, em Cabo Verde, "tolerância zero" ao plástico que ameaça os oceanos, assumiu Tranquada Gomes, presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, à Agência Lusa.

    O anúncio foi feito à margem de um encontro entre os presidentes dos parlamentos da Macaronésia e o primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, a quem transmitiram o avanço dos trabalhos para as Jornadas Parlamentares Atlânticas, que se realizam no próximo ano em Cabo Verde.

    Segundo Tranquada Gomes, “estas serão jornadas de reflexão, de partilha, de apresentação de soluções”. Nesta reunião, os parlamentares acordaram numa “ideia-força” que diz respeito à “tolerância zero relativamente aos plásticos no território marítimo da Macaronésia".

    “Apesar da pequenez dos nossos territórios insulares, entendemos que, em conjunto, somos maiores. Esta maneira de nós comunicarmos, de apresentarmos soluções, nos conhecendo uns aos outros, é uma mais-valia para o futuro dos nossos arquipélagos”, afirmou o parlamentar madeirense.

    Reconhecendo que as decisões finais estão a cargo dos executivos, Tranquada Gomes alertou para a responsabilidade dos parlamentos: “O parlamento faz um enquadramento das situações e isso vai obrigar nas próximas jornadas parlamentares a que os parlamentos também adiantem medidas para que os executivos as traduzam no dia-a-dia dos nossos arquipélagos”.

    Hoje decorre no Mindelo, ilha de São Vicente, a conferência parlamentar com o tema “A Macaronésia: laboratório da biodiversidade do Atlântico”, enquadrada nas Jornadas Atlânticas. Nesta conferência serão debatidos dois módulos com temas relacionados com a oceanografia e a biodiversidade no Atlântico Médio e a transição para a economia azul e turismo sustentável.

    Recordar apenas que o plástico é já um grave problema no arquipélago de Cabo Verde. Sobretudo na ilha de Santa Luzia, uma ilha desabitada, que é reserva natural do país e que tem sido invadida por plástico vindo de todo o Mundo.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Madeira
  • Açores
  • Cabo Verde
  • Canárias
  • Macaronésia
  • oceano
  • Plástico
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
janeiro 27
Mulher com paralisia cerebral faz surf pela primeira vez
janeiro 28
O Algarve é o 'Melhor Destino de Verão 2020' para a Irlanda
janeiro 28
Tomás Lacerda: 'Quero ser um dos melhores atletas de SUP do mundo'
janeiro 28
Surfistas profissionais homenageiam Kobe Bryant
janeiro 28
John John Florence termina ligação com a Hurley
janeiro 27
Baleia-anã morta dá à costa em Manta Rota
janeiro 24
Fim de semana será cinzento e com chuva a norte e no sul