Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O surfista foi arrastado para o canto esquerdo da praia e acabou preso pela corrente numa zona rochosa. Uma situação que poderia ter sido fatal.
  • Um surfista passou por momentos de grandes dificuldades durante a última semana numa praia de Florianópolis, depois de a forte corrente e ondulação o terem empurrado para uma zona rochosa. Foi necessário um resgate dramático para evitar que o pior acontecesse.

    Tudo aconteceu na passada quarta-feira na Praia Brava, onde as ondas faziam bem jus ao nome da praia. O surfista, que não foi identificado, foi arrastado para o canto esquerdo da praia e acabou preso pela corrente numa zona rochosa. Uma situação que poderia ter sido fatal.

    O resgate acabou por ser feito por uma equipa dos bombeiros e, apesar da complexidade e do dramatismo da situação, o surfista acabou por ser retirado da água. Posteriormente foi conduzido ao hospital, mas acabou por ficar bem, embora não tenha ganhado para o susto…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Florianópolis
  • Brasil
  • Resgate
  • Corrente
  • Surfista
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
maio 24
Seleção Nacional Júnior já está a caminho de El Salvador para disputar o Mundial ISA
maio 24
Sebastian Steudtner bate recorde mundial para a Maior Onda Surfada na Nazaré
maio 23
Está a chegar o Boogie Chicks'22 e com recorde mundial na mira
maio 23
Santa Cruz Kids 2022 fechou o Circuito Regional de Surf do Centro
maio 23
Ação de limpeza recolhe mais de 330 quilos de lixo na Praia da Vieira
maio 23
Cientistas de universidades portuguesas descobrem cinco novas espécies de animais marinhos
maio 23
Estudo diz que os golfinhos esfregam-se nos corais para cuidar da pele