Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O surfista foi arrastado para o canto esquerdo da praia e acabou preso pela corrente numa zona rochosa. Uma situação que poderia ter sido fatal.
  • Um surfista passou por momentos de grandes dificuldades durante a última semana numa praia de Florianópolis, depois de a forte corrente e ondulação o terem empurrado para uma zona rochosa. Foi necessário um resgate dramático para evitar que o pior acontecesse.

    Tudo aconteceu na passada quarta-feira na Praia Brava, onde as ondas faziam bem jus ao nome da praia. O surfista, que não foi identificado, foi arrastado para o canto esquerdo da praia e acabou preso pela corrente numa zona rochosa. Uma situação que poderia ter sido fatal.

    O resgate acabou por ser feito por uma equipa dos bombeiros e, apesar da complexidade e do dramatismo da situação, o surfista acabou por ser retirado da água. Posteriormente foi conduzido ao hospital, mas acabou por ficar bem, embora não tenha ganhado para o susto…

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Florianópolis
  • Brasil
  • Resgate
  • Corrente
  • Surfista
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
dezembro 06
Próximos dias trazem chuva, vento e muita agitação marítima. São os efeitos colaterais da depressão Barra
dezembro 02
Seleção Nacional de Surf Adaptado já partiu rumo ao Mundial de Pismo Beach
dezembro 03
Mick Fanning: “Ainda não descartei regressar à competição”
dezembro 02
Está de volta o Circuito de Bodyboard da Ericeira!
dezembro 02
Matosinhos Surf School Cup segue para a Praia de Matosinhos
dezembro 02
Avistadas caravelas-portuguesas em diversas praias do continente e nos Açores
dezembro 03
Os dias de sol e céu azul estão de partida: o tempo cinzento regressa no primeiro fim de semana de dezembro