Homepage

  • Márcio Freire, um freesurfer com uma coragem rara, foi um dos pioneiros na onda de Jaws quando ninguém imaginava que era possível descê-la apenas com a força de braços!
  • Texto por João "Flecha" Meneses:

    Conhecem o Márcio Freire? Provavelmente já ouviram falar do nome, mas não o suficiente para apreciarem e admirarem a sua bravura. Os holofotes em Portugal têm encandeado o público menos atento ao vulgarizar a expressão big wave rider, atribuindo muitas vezes essa designação a surfistas medíocres que procuram a fama desmedida, agarrados à corda de uma mota de água, sem terem as bases necessárias para o fazer.

    Longe de ser um crítico do tow in, sou admirador de algumas sumidades nessa matéria,  como Laird Hamilton ou Kai Lenny, e de outros tantos surfistas de diferentes nacionalidades que arriscam as suas vidas em busca de descargas de adrenalina, quando o assunto se torna sério em ondas grandes e em slabsperigosos. Mas não confundamos as coisas, nem banalizemos o surf de ondas grandes. Um colete insuflável, uma corda e um piloto de mota de água à espera no canal, podem ajudar muito, mas não transformam surfistas em big wave riders.

    Mas não me quero perder pelas cordas do tow in, voltarei ao tema numa próxima crónica, por agora queria falar-vos do Márcio Freire, um freesurfer com uma coragem rara, que enfrentou, com dois amigos (Danilo Couto e Yuri Soledade), a assustadora onda de Jaws quando ninguém imaginava que era possível descê-la apenas com a força de braços. Márcio faz parte de um grupo restrito de surfistas de elite que merece o reconhecimento de todos nós. Viveu em Maui mais de 20 anos e por lá construiu um caminho de respeito, sendo admirado por destemidos surfistas havaianos.

    Há cerca de um mês, numa sessão de surf no Alentejo, tive o prazer de admirar a sua técnica em ondas pesadas. Visitou o sul a convite do seu amigo de longa data, Bruno Veiga, surfista/fotógrafo e empresário na área de boat trips na Indonésia. Após a surfada, o André Teixeira, meu amigo e pioneiro desse local especial, convidou-nos para uma cervejinha e uma boa conversa. É sempre tão reconfortante uma troca de palavras depois de intensos momentos na água. E garanto-vos que foi um momento especial. Dois portugueses testemunharam a raça de dois brasileiros. A coragem de partir e de lutar pelos seus sonhos. O Márcio rumo ao Havai e o Bruno à Indonésia. Cada um fez o seu caminho e ali estavam eles 20 anos depois em amena cavaqueira, a desfrutar de um pôr-do-sol bonito, após descerem umas ondas de consequência, contando histórias da juventude no seu Brasil.

    A amizade do Márcio e do Bruno dava matéria para fazer um documentário que ainda não existe. Mas o Mad Dogs, a história de 3 surfista de ondas grandes, do qual o Márcio é um dos protagonistas, já existe! E é obrigatório ver!

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotos -RS; LP

Tags
  • marcio freire
  • Joao Flecha Meneses
  • Surf
  • Big Waves Rider
  • Peahi
  • Danilo Couto
  • Yuri Soledade
  • Jaws
pub
similar News
similar
maio 22
LUTA PELO SEGUNDO LUGAR DECIDE-SE EM CARCAVELOS
maio 22
O espanhol Marcos Tapia vence o International Adaptive Surf Open
maio 22
Mais de 10 toneladas de lixo todos os anos na costa açoriana
maio 22
Baleias são esperança na luta contra o cancro
maio 22
Melhor praia fluvial da Europa fica no Alentejo  
maio 21
ZMAR: Férias de verão na Costa Alentejana
maio 21
Jovem cachalote dá à costa com estômago cheio de plástico