Homepage

  • Costa Rica: Pura vida, sem plástico e emissões de carbono
    10 janeiro 2019
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Nos últimos quatro anos, a Costa Rica apenas precisou de gastar 1 por cento de energia que não foi originária de fontes renováveis.
  • A Costa Rica tem sido um exemplo a nível mundial na utilização de energias renováveis, uma vez que desde 2014 que 99 por cento da energia utilizada neste país do caribe vem dessas mesmas fontes. Contudo, os responsáveis governamentais costarriquenhos ainda não estão totalmente satisfeitos e em 2021 pretendem ser o primeiro país do Mundo a ficar totalmente livres de plástico (peças de uso individual) e também de emissões de carbonos.

    Isto porque na Costa Rica, desde 1980 que o governo elegeu a natureza como a grande fonte de riqueza do país, indo ao encontro do célebre lema de vida local: a Pura Vida. A proteção de animais, a criação de áreas protegidas, que neste momento já abrangem 25 por cento do país, e a reflorestação foram outras das missões implementadas pelos responsáveis costarriquenhos desde então.

    Em 2017 o governo anunciou o objetivo de em 2021 ter erradicado o uso de utensílios de plástico de uso unitário. No verão passado foi a vez de anunciar o fim das emissões de carbono, também em 2021. Ou seja, dentro de 2 anos a Costa Rica será um verdadeiro exemplo aos olhos do Mundo – ainda mais -, numa altura em que vários países optam por outros caminhos bem mais prejudiciais para o planeta.

    Nos últimos quatro anos, a Costa Rica apenas precisou de gastar 1 por cento de energia que não foi originária de fontes renováveis, sendo que nos últimos dois anos conseguiu mesmo ser autossuficiente a 100 por cento durante mais de dois meses, por ano. Como? Utilizando a energia gerada pelo vento, rios, vulcões e sol. Parece simples…

    Quanto ao plástico a decisão foi anunciada no dia Mundial do Ambiente e, desde então, o país tem substituído o plástico de uso unitário por alternativas 100 por cento recicláveis e biodegradáveis, mais também sem serem feitas à base de petróleo. E para conseguir atingir todas estas metas a Costa Rica tem tido o apoio do programa de desenvolvimento das Nações Unidas.

    Mesmo com uma mudança recente no poder, a Costa Rica mantém as suas metas. Depois da entrada no novo presidente, Carlos Alvarado Quesada, o objetivo passou a ser o fim da utilização de combustíveis fósseis de forma a descarbonizar o país. “A descarbonização é o grande desafio da nossa geração e a Costa Rica será dos primeiros países a conseguir isso, senão o primeiro”, afirmou Quesada. Aprendam, líderes mundiais e… nacionais!

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Costa Rica
  • Pura Vida
  • Descarbonização
  • Energias renováveis
  • Plástico
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
junho 15
Feliz Dia Internacional do Surf
junho 14
Fim de semana com nuvens
junho 14
Meo H Team celebra Dia Internacional do Surf em Carcavelos
junho 14
Martim Paulino com wildcard no Skullcandy Pro Junior
junho 12
Canada proíbe plástico descartável a partir de 2021
junho 12
Mediterrâneo é o mar mais poluído do mundo
junho 12
Países mediterrânicos falharam na gestão do plástico no mar