Homepage

  • Navio continua encalhado no Tejo
    14 março 2018
    arrow
    arrow
  • A bordo do navio, que se deslocava para Casablanca, em Marrocos, estão 130 toneladas de combustível e 20 toneladas de resíduos oleosos.
  • O navio encalhado na foz do rio Tejo, à saída da barra de Lisboa, que agora está apenas preso ao rebocador, "já se deslocou um pouco", esperando as autoridades nova preia-mar para o retirar do banco de areia.

    "O navio já se deslocou um bocado dado o pico da maré, mas continua assente de casco no topo do baixio, o que não lhe permite navegar por modo próprio", disse à agência Lusa pelas 02 horas o porta-voz da Autoridade Marítima Nacional (AMN), Fernando Pereira da Fonseca.

    Clica aqui para acompanhar as operações de remoção em directo através das nossas live cams (Paço de Arcos e Praia da Torre).

    O responsável esclareceu que já foi cortada a âncora, com a qual o navio espanhol "Betanzos" estava fundeado, sendo que "único ponto de ligação da embarcação é agora com o rebocador de grande porte, que vai continuar a dar puxões de tensão enquanto o nível da maré o permitir".

    Fernando Pereira da Fonseca adiantou que, assim que não for possível, o rebocador deixará de fazer esta tensão, mas mantendo o navio seguro, prevendo-se a partir das 11 horas um reforço dos trabalhos para aproveitar nova preia-mar duas horas mais tarde (13 horas).

    O "Betanzos", com dez tripulantes a bordo, encalhou na madrugada de dia 6 de março, cerca das 01 hora, à saída da barra de Lisboa, após uma falha total de energia e da tentativa de fundear.

    Notícia: Consulta pública sobre o petróleo no Algarve

    O navio está encalhado perto do Farol do Bugio, no Forte de São Lourenço do Bugio, concelho de Oeiras, na foz do Rio Tejo, e transporta oito mil toneladas de areia com sílica, usada na indústria de porcelana e cerâmica.

    A bordo do navio, que se deslocava para Casablanca, em Marrocos, estão 130 toneladas de combustível e 20 toneladas de resíduos oleosos, mas segundo o porta-voz da AMN, na ausência de danos estruturais, o risco de derrame é baixo.

    Na quinta-feira, como medida de precaução devido ao mau tempo, dez tripulantes e quatro elementos técnicos foram resgatados do navio pelo helicóptero da Força Aérea Portuguesa.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: JN

    Foto: BarcoNauta

Tags
  • navio
  • BETANZOS
  • tejo
  • bugio
  • Autoridade Marítima Nacional
  • fonseca
  • Mar da Calha
  • golada
  • banco de areia
  • encalhado
  • preso
  • âncora
pub
similar News
similar
julho 14
Estrelas da atualidade podem sonhar com recorde de Slater? Matemática diz que não…
julho 13
Escolha mais rápida valeu primeiro prémio na Fantasy do Allianz Ericeira Pro
julho 14
Câmara de Cascais inaugura ecoponto marítimo e aposta na economia circular azul
julho 14
Porque razão os avistamentos de golfinhos têm sido frequentes no Tejo?
julho 14
Alunos do Politécnico de Leiria prestam auxílio nas praias do concelho de Alcobaça
julho 14
Máscaras e luvas estão a poluir sete grandes rios europeus
julho 14
Corais vermelhos da costa portuguesa vão ter proteção ambiental
pub