Homepage

  • Futuro do planeta em discussão na Polónia
    03 dezembro 2018
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Esta “cimeira” surgiu por iniciativa da Polónia, depois de num passado recente vários líderes mundiais terem colocado em causa as medidas que saíram do Acordo de Paris.
  • Serão duas semanas que podem ser decisivas para o futuro do planeta. Este domingo foi dado o tiro de partida da COP24, uma conferência promovida pela ONU que se está a realizar em Katowice, na Polónia, e que servirá para adotar uma decisão que garanta a plena implementação do Acordo de Paris sobre o clima, as chamadas Regras de Katowice.

    Esta “cimeira” surgiu por iniciativa do presidente polaco, Andrzej Duda, depois de num passado recente vários líderes mundiais terem colocado em causa as medidas que saíram do Acordo de Paris. Trump ou Bolsonaro foram alguns dos líderes que se mostraram dispostos a não seguir o acordo.

    Esta será a 24.ª Conferência da Partes (COP24), da Convenção-Quadro das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC, na sigla em inglês), uma convenção adotada em 1992 e que entrou em vigor dois anos depois, hoje com uma adesão quase universal. A conferência junta os representantes das partes da UNFCCC (é uma espécie de congresso da UNFCCC) e é organizada pela Polónia pela terceira vez, juntando, na fase final, líderes de vários países do mundo.

    “O pacote de implementação dará ao Acordo de Paris uma forma realista, definindo um caminho que cada país decidirá seguir para intensificar os esforços para proteger o clima. Para simplificar, não há Acordo de Paris sem Katovice”, diz a organização da conferência. Quem também estará presente é António Guterres, atual secretário-geral da ONU.

    A presidência polaca pretende adotar regras e ferramentas para todo o mundo e para todas as áreas importantes em termos de emissões de gases com efeito de estufa, como os transportes, a energia, a construção ou a agricultura, equilibrando emissões e criando medidas para adaptar as economias às mudanças decorrentes das alterações climáticas. Diz também a presidência do evento que “o sucesso de Katowice será fazer progressos nos mecanismos sem os quais o Acordo de Paris não poderá funcionar em termos reais.

    A cimeira vai assim procurar respostas urgentes a uma ameaça cada vez maior sob o futuro do nosso planeta. Questionado sobre a temática e sobre a própria conferência pela RTP, João Branco, presidente da Quercus, sublinhou a importância da mesma, sobretudo numa altura em que diz parece que “a humanidade caminha para o suicídio coletivo”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • cop24
  • polónia
  • ONU
  • Acordo de Paris
  • Planeta
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
setembro 22
Água imprópria proíbe banhos na Praia do Camilo
setembro 22
Gelo no Ártico atingiu no verão o segundo nível mais baixo desde que há registo
setembro 22
Porto & Matosinhos Wave Series junta surf e responsabilidade social
setembro 22
Cerca de 90 baleias-piloto encalhadas na Tasmânia já perderam a vida
setembro 22
Baleia-jubarte escapa ilesa após 17 dias presa num rio cheio de crocodilos
setembro 22
Revelados os vencedores portugueses do Rip Curl GromSearch
setembro 22
Manas Coffey lançam site com conteúdos para… adultos
pub