Homepage

  • Surfista atacado por tubarão vence medalha de ouro no snowboard
    15 novembro 2018
    arrow
    arrow
  • Apesar do grave acidente em 2014, Sean Pollard dedicou-se ao snowboard e venceu o o Campeonato Mundial de Snowboard Paralímpico no Dubai.
  • Um surfista australiano que sofreu um ataque de tubarão tendo ficado sem um braço e uma das mãos venceu na passada semana a medalha de ouro no Campeonato Mundial de Snowboard Paralímpico que decorreu no Dubai.

    Em Outubro de 2014, Sean Pollard, de 27 anos, estava a surfar em Esperance no sudoeste da Austrália quando foi atacado por dois tubarões brancos. Estava sozinho no mar e tentou lutar contra os predadores mas saiu da água com ferimentos graves que resultaram na amputação do braço esquerdo e da mão direita.

    Após uma longa recuperação, Pollard começou a interessar-se pelo snowboard quando conheceu um treinador durante uma viagem ao Canadá. Apesar de não haver estâncias de ski e snowboard para treinar no Oeste australiano deslocou-se para a Costa Este do país e viajou para o Hemisfério Norte para poder praticar durante o Inverno e aperfeiçoar as competências que já possuía trazidas do surf.

    "O surf e o snowboard são muito semelhantes”, afirmou Sean ao Gulf News. “Nunca tinha praticado snowboard até acontecer o ataque do tubarão, foi uma curva de aprendizagem bastante rápida porque já tinha essa habilidade", completou.

    Apesar de ter visto a sua vida mudar para sempre devido ao acidente no mar, ter começado a deslizar e a fazer manobras na neve devolveu-lhe a alegria. "Tem sido uma vigem louca nestes últimos anos. Tive a sorte de ter o snowboard como terapia na minha recuperação e a comunidade em torno do para-snowboard ajudou-me a lidar com a minha deficiência", salientou.

    Esta medalha de ouro é a cereja no topo do bolo depois de, em Março deste ano, ter ficado em 5º lugar nos Jogos Paralímpicos de Inverno que tiveram lugar na Coreia do Sul.   

    De salientar que a prova do Campeonato Mundial de Snowboard Paralímpico do Dubai contou com a participação de Pedro Herdeiro, o primeiro representante português de desporto adaptado a competir numa prova internacional de desportos de inverno.

    Em declarações à agência Lusa antes de ter partido para a pista artificial Ski Dubai, o atleta nacional referiu que os seus objectivos eram aperfeiçoar a técnica, ter mais oportunidades de representar o país e incentivar outras pessoas com limitações a experimentarem os desportos na neve.

    "Gostava que estes dias possam incentivar outras pessoas portadoras de deficiência a desenvolver o gosto pelo snowboard e venham praticar à nossa serrinha [Serra da Estrela]", realçou o snowboarder.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Snowboard
  • acidente
  • Tubarão
  • Tubarão-branco
  • Austrália
  • Dubai
  • Paralímpico
  • Sean Pollard
  • Campeonato Mundial de Snowboard Paralímpico
similar News
similar
outubro 22
Praia do Dragão Vermelho acolhe etapa única do Nacional de Longboard de 2021
outubro 22
Heat draw definido para a finalíssima do Nacional de Surf Esperanças Sub-18
outubro 22
Praia do Peneco alvo de 'intervenção porfunda'
outubro 23
Bodyboard: Conta de Instagram da IBC foi hackeada
outubro 24
Martim Paulino é o novo campeão nacional de Surf Esperanças Sub-18
outubro 24
João Dantas e Kathleen Barrigão campeões nacionais de longboard
outubro 22
Surf Clube de Viana faz história! É a primeira instituição do mundo a receber o certificado STOKE Melhores Práticas