Homepage

  • Primeiros quebra-mares destacados do país, a caminho do norte
    20 novembro 2018
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Vagueira, Furadouro e Cortegaça serão as praias contempladas com estas barreiras artificiais para proteger a costa das investidas do mar.
  • Algumas praias de Aveiro vão receber os primeiros quebra-mares destacados do país.
    A praia da Vagueira, em Vagos e as praias do Furadouro e Cortegaça, em Ovar estão em vias de terem barreiras construídas no mar que levam as ondas a rebentar antes de atingirem a costa.

    Os estudos que estão a ser realizados preveem a construção de dois quebra-mares com 250 metros de comprimento cada.

    Clica aqui para veres em direto as praias da zona de Aveiro.

    As obras vão custar cerca de 20 milhões de euros e vão ser pagas quase na totalidade pelas autarquias.

    Além dos quebra-mares, a estratégia de proteção desta zona costeira envolve também a alimentação artificial das praias com “shots” de areia.

    Este tipo de intervenção teve sucesso em áreas ameaçadas no Mediterrâneo e no Báltico, mas ambas as zonas não têm uma intensidade do mar como a costa portuguesa que é atingida por ondulações muito fortes geradas pelas tempestades de Inverno.  

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: SIC Notícias

Tags
  • Aveiro
  • Quebra-mar
  • Vagueira
  • Praia do Furadouro
  • cortegaça
  • Ambiente
pub
similar News
similar
agosto 23
Buondi, uma marca com o ADN do surf
agosto 23
Fim de semana quente, mas com ligeira descida da temperatura
agosto 23
FPS lança maior campanha de ação ambiental já feita em Portugal
agosto 23
Maré de algas invade praias do Algarve
agosto 23
Wakeboard e Ski Náutico animam Montargil
agosto 23
Terra tremeu em Setúbal esta manhã
agosto 22
O microplástico já chegou ao Ártico