Homepage

  • O cetáceo de 9,5 metros foi encontrado junto à ilha de Kapota, parte do Parque Nacional de Wakatobi, a sudeste de Celebes, na Indónesia. O espécime que foi encontrado morto com uma quantidade anormal de plástico dentro do estômago, está a alarmar os biólogos
  • Uma baleia morta foi encontrada ao largo de Wakatobi, no sudeste da Indonésia, com cerca de seis quilos de plástico no estômago. A descoberta chocante é um alerta gritante para a quantidade deste material que se encontra nos oceanos.

    No interior do estômago da baleia, que tinha quase dez metros, foram encontrados 115 copos, 4 garrafas, 25 sacos, um par de chinelos e mais de 1000 outros pedaços de plástico não identificados, o que provocou uma reação imediata da parte de biólogos marinhos, ambientalistas e outros ativistas pela preservação da vida marinha na Indonésia, o segundo maior utilizador de plástico do mundo, logo depois da China.

    “Apesar de não termos conseguido determinar a causa da morte, os factos que conhecemos já são horríveis o suficiente”, disse ao diário britânico “The Guardian” Dwi Suprapti, bióloga marinha do World Wildlife Fund (WWF) especializada em conservação das espécies.

    Por cá o problema da poluição nos oceanos já atinge proporções preocupantes, como se pode ver neste artigo sobre Cascais (clica aqui).

    O ministro dos Assuntos do Mar, Luhut Binsar Pandjaitan, que já participou em várias várias campanhas pela redução do plástico apelidando-o de “inimigo comum” dos indonésios, disse-se “mesmo muito triste” com a notícia e espera que “esta descoberta possa ajudar o público a entender a necessidade de redução do uso do plástico”.

    Instalação do grupo Greenpeace Filipinas para alertar para o problema do plástico.

    Cinco nações asiáticas (China, Indonésia, Filipinas, Vietname e Tailândia) são responsáveis por 60% dos resíduos plásticos que poluem os oceanos, revelou um relatório de 2015 da organização ambientalista Ocean Conservancy e do McKinsey Center for Business and Environment.
    A Indonésia, segunda maior poluidora a seguir à China, prometeu investir mil milhões de dólares por ano para reduzir em 70% os detritos de plástico nos mares até 2025.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Foto - AFP

    Fontes - Expresso e DN

Tags
  • Baleia
  • plastico
  • Banir plasticos
  • baleia morta
  • indonesia
  • Poluição
  • Poluição marinha
pub
similar News
similar
agosto 23
Buondi, uma marca com o ADN do surf
agosto 23
Fim de semana quente, mas com ligeira descida da temperatura
agosto 23
FPS lança maior campanha de ação ambiental já feita em Portugal
agosto 23
Maré de algas invade praias do Algarve
agosto 23
Wakeboard e Ski Náutico animam Montargil
agosto 23
Terra tremeu em Setúbal esta manhã
agosto 22
O microplástico já chegou ao Ártico