Homepage

  • Timor quer santuário para baleias e golfinhos
    11 outubro 2018
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • A declaração foi publicada na véspera da chegada a Díli do ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, numa altura em que Tóquio tem desenvolvido intensas negociações em vários países para levantar a proibição da caça à baleia.
  • Várias organizações de Timor-Leste quer assegurar um modelo de ecoturismo sustentável, por isso decidiram apelar às autoridades competentes para reforçarem a proteção do ambiente marinho local, criando um santuário para baleias e marinhos.

    “Apoiamos fortemente a proteção de nossos oceanos e ecoturismo como parte de planos para uma economia mais diversificada e sustentável”, referiram as organizações não-governamentais (ONG), citadas pela agência Lusa, notando que uma grande percentagem da população “já depende da vida marinha e costeira para alimentação, nutrição e rendimento familiar”.

    A declaração é assinada por 13 organizações timorenses, entre elas, a La`o Hamutuk, a Haburas Foundation - Friends of the Earth TL, a PERMATIL, o HASATIL Network e o Movimentu Hadomi Natureza (Mohana). Assinaram também o documento a Conservation Flora and Fauna, a Tafon Green Association, a HAK Association, a Rede ba Rai, o Kdadalak Sulimutu Institute, o Movimentu Tasi Moos, a Oxfam em Timor-Leste e a RENETIL.

    A declaração foi publicada na véspera da chegada a Díli do ministro dos Negócios Estrangeiros japonês, Taro Kono, numa altura em que Tóquio tem desenvolvido intensas negociações em vários países para levantar a proibição da caça à baleia.

    “Considerando os recentes movimentos do Governo do Japão em apoio à caça das baleias, estamos preocupados que a questão possa surgir durante a visita do ministro dos Negócios Estrangeiros do Japão a Timor-Leste”, indicaram no texto. “Desejamos deixar claro o nosso forte apoio a que Timor-Leste permaneça um santuário para as baleias e os golfinhos”, frisaram.

    As ONG destacaram “o ambiente natural único e o património valioso” do país e sublinharam o apoio do Governo timorense ao desenvolvimento do ecoturismo marinho e à proteção da vida marinha. A aposta na diversificação económica e em políticas sustentáveis, que salvaguardem o “frágil património ambiental natural” timorense, podem ajudar a gerar grandes potenciais no país, defenderam.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte: Lusa

Tags
  • Timor-Leste
  • santuário
  • Golfinhos
  • Baleias
  • Japão
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
fevereiro 22
Lidl põem fim à venda dos sacos de plástico em todas suas lojas
fevereiro 22
Gabriel o Pensador enfrenta sozinho as ondas da Nazaré
fevereiro 22
Surf na lista para os Jogos Olímpicos de Paris'2024
fevereiro 21
Neve chegou aos Açores. Corvo e Flores pintadas de branco
fevereiro 21
Encontrada tartaruga que se julgava extinta há 100 anos
fevereiro 21
4ª Etapa Circuito Regional de Surf da Grande Lisboa powered by O’Neill
fevereiro 21
Aos 70 anos, limpa uma praia por semana