Homepage

  • Miguel Blanco é o novo campeão nacional de surf
    06 outubro 2018
    arrow
    arrow
  • Surfista de Cascais conquistou o wildcard para o MEO Rip Curl Pro Portugal e ainda a vitória na etapa
  • Cascais (06-10-2018) - Miguel Blanco sagrou-se, este sábado, no Guincho, campeão nacional masculino de surf 2018. Foi o primeiro título Open de Blanco, que, com esta vitória, conquistou também o wildcard para o MEO Rip Curl Pro Portugal, etapa portuguesa do circuito mundial de surf, que se realiza já este mês em Peniche.

    Já depois de assegurar o título, Miguel Blanco venceu ainda o Bom Petisco Cascais Pro, a quinta e última etapa da Liga MEO Surf 2018. Yolanda Sequeira foi a vencedora feminina, triunfando pela primeira vez na carreira na Liga.

    O Guincho presenciou, assim, um dia emocionante de surf. Com quatro candidatos ao título no início do dia final deste Bom Petisco Cascais Pro, os quartos-de-final acabaram por ditar o fim do sonho para Tomás Fernandes e Vasco Ribeiro, campeão em 2017 e que procurava o recorde de cinco títulos nacionais. A luta ficou depois entregue a Miguel Blanco e Pedro Henrique, mas a eliminação do segundo nas meias-finais acabou por garantir o título de forma antecipada a Blanco.

    “Desde o início do campeonato que estava a sentir uma energia positiva”, começou por dizer Miguel Blanco, de 22 anos. “Estou muito feliz por ter conseguido o título nacional, que foi algo que sempre ambicionei. Cheguei a esta etapa no 8.º posto do ranking e fora dos primeiros lugares da luta, mas tive muita gente a apoiar-me e a dizer que ia conseguir. Durante o heat em que o Pedro Henrique perdeu foi uma descarga emocional muito grande. Estava muito nervoso, mas com o desfecho desse heat acabei por ser logo campeão nacional. Contudo, o meu treinador [José Seabra] deu-me um toque e voltei a focar-me para a final, acabando por também vencer o campeonato. Estou bastante feliz”, frisou.

    O jovem surfista da Linha não se deu por satisfeito e venceu ainda a final do Bom Petisco Cascais Pro. Foi o segundo triunfo do ano para Blanco, que tinha vencido a etapa inaugural, na Ericeira. Na final Miguel Blanco superou Guilherme Fonseca, o grande “intruso” deste evento e um dos responsáveis pelo título antecipado de Blanco, pois foi ele que eliminou, com alguma surpresa à mistura, Vasco Ribeiro nos quartos-de-final e Pedro Henrique nas meias-finais.

    Na prova feminina também houve muita festa e emoção na areia, uma vez que a algarvia Yolanda Sequeira conseguiu chegar à primeira vitória na Liga, depois de já ter sido finalista vencida em quatro ocasiões, duas delas na presente temporada. O percurso de Yolanda no dia final contou com um triunfo frente a Camilla Kemp, que chegou ao Guincho já com o título feminino arrecadado, e ainda com uma vitória dramática na final frente a Carol Henrique, conseguida já nos minutos finais do heat. Yolanda Sequeira terminou assim a Liga MEO Surf 2018 a vencer e ainda com o vice-título nacional feminino.

    “Foi uma ponta final de heat muito dramática”, explicou Yolanda. “Pensava mesmo que tinha perdido o heat, mas já depois do final da bateria ouvi o score da minha última onda e fiquei super feliz. Tenho estado a trabalhar muito para vencer uma etapa e, felizmente, foi a última do ano. Agora, acho que já mereço entrar no grupo de elite do surf feminino nacional e mudar esse trio [Teresa Bonvalot, Carol Henrique e Camilla Kemp] para quarteto [risos]. No próximo ano, sem dúvida, que o objetivo passa por continuar a treinar muito para chegar ao título nacional”, concluiu.

    Neste terceiro e último dia do Bom Petisco Cascais Pro disputou-se ainda a final da Moche Groms Cup, com o triunfo a pertencer a Afonso Antunes. Em relação aos outros sub-troféus da Liga MEO Surf, destaque ainda para as vitórias de Miguel Blanco na Somersby Onda do Outro Mundo e ainda no troféus Cascais Best Surfer – no feminino foi Carol Henrique a levar este prémio.

    Resultados finais:
    Final masculina: Miguel Blanco 13,75 x Guilherme Fonseca 9,80
    Final feminina: Yolanda Hopkins 9,10 x Carol Henrique 8,80
    Moche Groms Cup: Afonso Antunes 14,55 x Afonso Candeias 11,65 x Joaquim Chaves 11,50 x Gabriel Ribeiro 8,85 x Guilherme Ribeiro 8,40 x Santiago Graça 6,80
    Renault Expresson Session: João Moreira
    Somersby Onda do Outro Mundo: Miguel Blanco 7,50 (final)
    Cascais Best Surfer: Miguel Blanco e Carol Henrique
    Sumatra Surf Trip (Melhores juniores): Dylan Groen e Mafalda Lopes
    Campeão nacional masculino: Miguel Blanco
    Campeão nacional feminina: Camilla Kemp
    Campeão Liga MEO Surf 2018: Gony Zubizarreta

    Todas as etapas da Liga MEO Surf têm transmissão em direto no canal televisivo MCS Extreme, em www.ligameosurf.pt e no Facebook do MEO, em complemento com as plataformas oficiais da Associação Nacional de Surfistas em www.ansurfistas.com e nas redes sociais @ansurfistas.

    A Liga MEO Surf 2018 é uma organização da Associação Nacional de Surfistas e da Fire!, com o patrocínio do MEO, Bom Petisco, Renault, Somersby, Moche, Rip Curl e da Câmara Municipal de Cascais, a Fundação PT como parceira ambiental e o apoio técnico da Federação Portuguesa de Surf.

    Mais informações em www.ansurfistas.com.

    Resultados da competição - Clique aqui

     

    Fotografias: Pedro Mestre/ANSurfistas

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Yolanda Sequeira
  • Miguel Blanco
  • Liga MEO Surf
  • Guincho
  • Cascais
  • MEO Rip Curl Pro Portugal
  • wildcard
pub
similar News
similar
julho 10
Projeto TransforMAR está de regresso às praias nacionais e vai ajudar 15 IPSS
julho 10
Praia da Parede continua interdita a banhos
julho 10
Fluxo anormal de água atinge acesso da Praia de Carcavelos
julho 10
Novo fim de semana com muito calor a caminho
julho 10
Okahina, a quarta tecnologia de ondas que promete três piscinas em França
julho 09
Os banhos estão interditos na Praia da Parede
julho 10
Praia no Rio de Janeiro? Só depois de haver vacina para a Covid-19
pub