Homepage

  • Pescador açoriano resiste 16 horas no mar
    10 outubro 2018
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O pescador de 37 anos não tinha colete salva vidas, nem qualquer objeto onde se pudesse agarrar. Hugo Geraldes foi, assim, arrastado pelas correntes ao longo de 18 quilómetros.
  • Um incêndio causou um naufrágio de uma traineira ao largo da ilha de São Jorge, nos Açores. O incidente obrigou os três pescadores que seguiam na embarcação a atirarem-se ao mar. Dois deles estão desaparecidos. O outro foi resgatado após 16 horas em alto mar e sem qualquer auxílio.

    Apesar do tempo que passou à deriva em alto mar, o pescador encontra-se bem de saúde. "Chegou com alguns sinais de hipotermia, mas encontra-se bem", explicou ao “Correio da Manhã o comandante do porto da Horta, Rafael Silva, que coordena a operação de busca.

    O pescador de 37 anos não tinha colete salva vidas, nem qualquer objeto onde se pudesse agarrar. Hugo Geraldes foi, assim, arrastado pelas correntes ao longo de 18 quilómetros e conseguiu chegar a terra na zona da Fajã do Alabaçal, na costa sul, onde pediu ajuda por volta das 20 horas.

    Desaparecidos no Atlântico continuam os dois companheiros de Hugo Geraldes. João Ficher, o mestre da embarcação, de 54 anos, e Paulo Rocha, de 25 anos. Os três pescadores ainda terão tentado extinguir as chamas, mas tiveram de saltar para o mar depois de a balsa de salvamento também ter sido destruída pelo fogo. 

    Segundo o CM, a traineira de nome ‘Rabugento’ - uma embarcação de 14 metros que opera a partir do porto de São Mateus, na ilha Terceira – tinha zarpado às primeiras horas de segunda-feira. Mas pelas 4h00 deflagrou um incêndio a bordo quando a traineira estava a seis milhas ao largo da Caldeira de Santo Cristo, na costa norte da ilha. 

    As buscas pelos desaparecidos continuaram ontem, com a ajuda de militares e amigos. Na busca estiveram presentes uma aeronave da Força Aérea, bem como o navio-patrulha da Marinha Figueira da Foz. Em terra a vigilância foi feita por elementos dos bombeiros voluntários da Calheta e vários pescadores que se juntaram voluntariamente na procura dos colegas. As buscas foram suspensas ao pôr do sol e deverão ser retomadas esta quarta-feira.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Açores
  • São Jorge
  • Naufrágio
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
fevereiro 01
Surf nacional lamenta perda de Pedro Lacerda
fevereiro 01
Campeonato Nacional de Surf da Ucrânia vai ser realizado em Portugal
fevereiro 01
FUEL TV assegura transmissão do Winter Dew Tour 2023 à escala global
janeiro 31
Surf adaptado mantém bem vivo sonho da inclusão nos Jogos Paralímpicos de Los Angeles'2028
fevereiro 01
Índia vai estrear-se no Mundial ISA e já sonha com Paris’2024
janeiro 31
Comunicado da FPS sobre o projeto 'Gestão do Espaço Costeiro'
janeiro 31
Luke Shepardson, o vencedor improvável do Eddie Aikau que passou a ter um dia no Havai com o seu nome