Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Em 2009 Oliva bateu o recorde mundial de salto em cascata em kayak, depois de ter saltado com êxito de uma cascata com 38,7 metros. Agora, quer elevar a fasquia.
  • Garrett McNamara é um dos maiores nomes do surf mundial de ondas grandes e em 2011 chegou mesmo a bater o recorde do Guinnes na Nazaré, para a maior onda jamais surfada. Apesar de ter perdido esse registo este ano, G-Mac continua a ser uma referência. E foi por isso que o brasileiro Pedro Oliva, uma referência do kayak extremo, resolveu pedir ajuda ao havaiano na tentativa de um novo recorde mundial.

    Em 2009 Oliva bateu o recorde mundial de salto em cascata em kayak, depois de ter saltado com êxito de uma cascata com 38,7 metros. Um salto que durou 2,9 segundos e deu o recorde mundial ao brasileiro. Agora, Pedro Oliva quer bater novamente o recorde, mas em segurança. E foi por isso que resolveu pedir ajuda a McNamara.

    Esta é uma parceria que Pedro Oliva quer aproveitar não só para tentar bater o recorde mundial, mas também para a necessidade de proteger as cascatas e os ecossistemas envolventes, além de querer passar uma mensagem às novas gerações a envolvência dos atletas com a natureza.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Garret McNamara
  • Pedro Oliva
  • Kayak
  • Cascata
  • Recorde Mundial
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
outubro 19
Macau vai ter a maior ponte do Mundo
outubro 19
Irlanda dá exemplo e larga combustíveis fósseis
outubro 19
Clima: Mundo entrou num “ponto sem retorno”
outubro 19
Barco português à deriva ao largo de Caminha
outubro 18
Mais de 90 por cento do sal tem microplásticos
outubro 18
Reforço dunar da Vagueira só em 2019
outubro 18
“Maré vermelha” fecha praias na Florida