Homepage

  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Durante o resgate feito pelo surfista a mãe baleia ficou nas proximidades a observar o salvamento.
  • Demorou mais de 3 horas o resgate do animal, mas nem por o surfista e empresário brasileiro João Alberto Schmidt desistiu de salvar a pequena cria de baleia-franca, que se encontrava presa em redes de pesca, no Farol de Santa Marta, em Laguna, no sul do estado de Santa Catarina.

    Durante o resgate feito pelo surfista, que também é conhecido como João Baiuka, a mãe baleia ficou nas proximidades a observar o salvamento. O surfista precisou de uma faca para cortar as redes e libertar o animal, depois de ter chegado ao local de moto de água. As imagens ficaram registadas em vídeo.

    “Vi que aquele bicho, realmente, precisava de ajuda e teria que ser naquele momento. Sei que existem alguns protocolos, mas no momento teria que ajudar, não queria ver o bicho de forma alguma encalhar na praia ou falecer”, relatou o surfista e empresário ao portal brasileiro “Globo”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Baleia
  • Brasil
  • Resgate
  • surfista
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
outubro 28
Paddle out global vai celebrar a vida de Tom Morey
outubro 28
Formação 'Surf & Rescue junta-se à Matosinhos Surf School Cup na Praia da Agudela
outubro 28
Mau tempo: 6 distritos passam a aviso laranja na noite de sexta-feira
outubro 28
Jovens esperanças do surf nacional deram show em Ribeira d'Ilhas (Galeria Fotos)
outubro 27
Frontón King: Joel Rodrigues está na ronda 6 do Mundial Júnior após duas vitórias consecutivas
outubro 27
Apenas um país está a cumprir as metas do Acordo do Paris
outubro 27
ASCC Super Groms adiado devido à previsão de mau tempo