Homepage

  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Estes vídeo apresenta-nos os seis maiores perigos para os surfistas, ilustrando-os com exemplos bem reais, famosos e, em alguns casos, chocantes.
  • O surf é uma das mais belas atividades que existem. Disso não há dúvida. Mas pode acarretar alguns perigos, sobretudo quando estamos fora da zona de conforto. Quer sejas um surfista iniciado ou mesmo avançado, certamente, já passaste ou vais passar por alguma destas situações, que podem colocar em causa até a própria vida.

    Estes vídeo apresenta-nos os seis maiores perigos para os surfistas, ilustrando-os com exemplos bem reais, famosos e, em alguns casos, chocantes. Algumas cenas são bastantes familiares. Todas elas representam bem o perigo que se pode enfrentar quando se entra no mar.

    - Colisões. Podem acontecer de forma inadvertida, sobretudo quando há muito crowd e alguns principiantes na água. Mas também podem ser fruto da maldade alheia. Seguir as regras do surf é importante para evitar estes problemas.

    - Animais marinhos. Em Portugal este pode não ser um grande problema, mas noutros pontos do Mundo é frequente os surfistas terem companhia animal dentro de água. Os tubarões são os mais temidos pelos surfistas, mas também há crocodilos, baleias, focas e até golfinhos, que por vezes se entusiasmam.

    - Reefs. Os fundos de reefs proporcionam e oferecem algumas das ondas mais perfeitas e paradisíacas do Mundo. Mas é preciso ter cuidado, pois ir ao encontro deles podem deixar marca. As marcas deixadas pelos reefs representam um dos grandes perigos para os surfistas e é sempre bom evitar cair.

    - Localismo. Apesar do surf ser um desporto cada vez mais global, a verdade é que o localismo ainda existe em muitos pontos do globo. Há, inclusivamente, ondas onde apenas os locais podem surfar. O respeito, neste caso, é fundamental. Caso contrário, o resultado pode ser muitas vezes tristes cenas de violência gratuita.

    - Afogamento. Os surfistas pouco experientes poderão enfrentar muitas vezes esta ameaça, sendo por isso necessário ter todo o cuidado. Contudo, os profissionais também enfrentam muitas vezes este perigo, sobretudo quando falamos de ondulações maiores, que acarretam mais risco. Quem não se lembra do épico salvamento a Maya Gabeira na Nazaré?

    - Wipeouts. Cair numa onda, por mais pequena que seja, nunca é uma experiência agradável. Mesmo em mar pequeno, dá para sentir o efeito “máquina de lavar”. Logo imaginem como dever ser a experiência de ser enrolado por uma onda bem grande. Saem de lá partidinhos ao meio. Tal como no caso dos reefs, o melhor é sempre tentar não cair e não deixar a onda levar a melhor.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Surf
  • perigo
  • Localismo
  • Afogamento
  • Reef
  • Wipeout
  • animais marinhos
  • Colisões
  • Fotografia
    WSL
  • Fonte
    Redação
similar News
similar
julho 02
Declaração de Lisboa aprovada no fecho da Conferência dos Oceanos
julho 01
Subida da temperatura e diminuição da intensidade do vento no fim de semana
julho 01
Conferência dos Oceanos encerra esta sexta-feira com adoção da Declaração de Lisboa
julho 01
Biodiversidade vai ser afetada com a mineração do mar profundo
junho 30
Maya Gabeira é Campeã para o Oceano e a Juventude da UNESCO
junho 30
Revelados os competidores do Softboard Heroes 2022
junho 30
Projeto 'ReDuna' está em ação na Praia de São João da Caparica