Homepage

  • Quercus quer proibição da largada de balões
    12 setembro 2018
    arrow
    arrow
  • O combate à poluição marinha tem sido um objetivo Europeu e há inclusive avanços na tentativa de reduzir a utilização de matérias em plástico.
  • As largadas de balões continuam a aumentar. Este verão foram a alternativa aos tradicionais foguetes nas festas populares, depois de estes terem sido proibidos com o objetivo de prevenir incêndios florestais.

    Em comunicado, a Quercus indica que enviou ao Ministério do Ambiente com conhecimento a todos os Grupos Parlamentares e Partidos com assento na Assembleia da República um novo pedido para a adoção de medidas que proíbam a “largada de balões”.

    A razão de ser deste pedido prende-se com o facto de os balões serem de plástico, por vezes equipados com lâmpadas LED usadas particularmente em libertações noturnas de eventos festivos. Após a sua libertação, os balões acabam por ir parar às matas mais próximas ou aos meios marinhos (rios, lagoas, mares ou oceanos). Diz a Quercus que, aliás, em limpezas de matas e praias é frequente encontrarem-se vestígios de balões.

    A largada de balões é muito procurada no meio dos casamentos e festas de luxo.

    “Como é do conhecimento geral, o plástico é um material duradouro, havendo assim uma grande probabilidade de estarmos a armazenar na natureza milhares destes exemplares com os impactos negativos que lhes estão associados” diz a associação em comunicado. “Ao fim de alguns anos vão perder a cor, fragmentar-se em pedaços mais pequenos e serão certamente confundidos com alimentos e ingeridos por espécies de pequeno ou grande porte, acabando estas por morrer.”

    O combate à poluição marinha tem sido um objetivo Europeu e há inclusive avanços na tentativa de reduzir a utilização de matérias em plástico com utilização única, por forma a contribuir para a minimização da poluição marinha.

    A Quercus indica que compreende as causas que estão normalmente na origem destas iniciativas, mas reforça que qualquer que seja a causa não poderá prejudicar outra, pelo que recomendam a substituição das atividades de largada de balões por outras iniciativas com menos impacto ambiental.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotografia: Flickr Islander e CMEventos

    Fonte: Quercus

Tags
  • balões
  • balão
  • largada
  • eventos
  • Quercus
  • Plástico
  • Poluição
  • Poluição marinha
  • Sustentabilidade
  • Proibição
  • proibido
similar News
similar
maio 05
Praia de Mira, a única zona balnear que há 35 anos consecutivos recebe a Bandeira Azul
maio 05
Vai nascer no Barreiro uma das maiores praias fluviais da Área Metropolitana de Lisboa
maio 04
Caparica acolhe etapa única portuguesa do Rip Curl GromSearch
maio 04
Sesimbra prestes a receber 2ª edição do Ocean Talks
maio 04
Câmara de Almada adjudica obras de requalificação da Estrada Florestal da Caparica
maio 04
Joana Schenker vai ajudar a limpar a Praia da Cordoama
maio 03
Maio cheio de surf: WCT, Liga MEO, QS em Portugal e ISA World Surfing Games