Homepage

  • Israel dá o exemplo na poupança de água
    25 setembro 2018
    arrow
    arrow
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Os responsáveis israelitas perceberam que “o modelo europeu de utilização de água não funcionava em regiões áridas ou semiáridas”.
  • Eilon Adar será um dos especialistas convidados do 2.º Fórum Internacional GTM - Gaia Todo um Mundo, que decorre entre quinta-feira e domingo, em Vila Nova de Gaia. O investigador israelita vai falar sobre recursos hídricos e a forma como Israel atualmente reutiliza quase toda a água municipal, apontando o caminho que Portugal poderia seguir.

    “O que fizemos em Israel pode ser adaptado a qualquer país, o que interessa é o conceito, adaptando-o aos parâmetros nacionais”, afirmou Eilon Adar, professor da Universidade Ben-Gurion. Israel reutiliza hoje 87% por cento da água municipal que consome, graças a uma gestão que permitiu ultrapassar a escassez que existe na região.

    Convidado para intervir no painel sobe o tema "Recursos hídricos: os desafios para a sustentabilidade e sobrevivência do homem", o académico israelita concedeu uma entrevista à Lusa em que descreveu o método de reutilização de água que sustentou o nascimento e desenvolvimento do estado hebraico e permitiu dar resposta aos milhares que então chegavam a Israel.

    “Em Israel utilizamos mais água do que aquela que a natureza nos dá”, descreveu o professor, recordando uma preocupação "anterior à criação de Israel" e que hipotecava “que o país recebesse mais gente da diáspora”. Cientes da dimensão da tarefa que tinham pela frente, “tornou-se numa espécie de obsessão” provar que eram "capazes de produzir mais com menos", enfatizou.

    Os responsáveis israelitas perceberam que “o modelo europeu de utilização de água não funcionava em regiões áridas ou semiáridas” e o passo seguinte foi “criar um sistema unificado de fornecimento de água, retirando-a do rio Jordão, misturando-a com a do mar e dos aquíferos de montanha para criar uma só rede de abastecimento”.

    Cientes de que confiar no rio Jordão seria “arriscado”, devido às flutuações climatéricas do mesmo, os israelitas criaram uma autoridade nacional para a água, disciplinando o consumo segundo o princípio de que “a água, tal como o gás natural, é uma dádiva da natureza”. No mundo “as pessoas estão habituadas a pagar o gás e o combustível, mas continuam a pensar que a água é grátis, logo não há qualquer incentivo para salvar a água”, argumentou Eilon Adar.

    Segundo Eilon Adar é a “Espanha, com percentagens de 27 ou 28%” quem mais reutiliza água na Europa a seguir a Israel, sendo que “mais ninguém na Europa se aproxima desse registo”. Já sobre Portugal, referiu que “tem muito mais água no Norte do que Israel no país todo, tem diferentes necessidades e sistemas diferentes”.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Reutilização
  • Israel
  • Água
similar News
similar
fevereiro 27
Final 100 por cento portuguesa no E-Pro Europe!!!
fevereiro 27
Treinadores de surf portugueses têm nova representação
fevereiro 26
National Geographic publica artigo sobre localismo violento em Lunada Bay
fevereiro 26
Marinheiro sobrevive 14 horas no mar agarrado a … lixo marinho
fevereiro 26
Frederico Morais em destaque no canal olímpico
fevereiro 26
Praticante de caiaque resgatado pela polícia marítima em Cascais
fevereiro 26
Fim de semana pode trazer trovoada e “chuva de lama”