Homepage

  • Setúbal e o rio Sado vão enfrentar nos próximos meses o maior atentado ambiental dos últimos anos, com o início das obras de dragagens de alargamento e aprofundamento do canal de navegação de acesso e ampliação do Porto de Setúbal
  • O aviso já tinha sido dado pelo Clube da Arrábida, a Declaração de Impacto Ambienta (DIA) desta obra, realça entre muitos outros impactos negativos, o quase inevitável desaparecimento do que resta das praias da Arrábida, o possível afastamento para sempre dos golfinhos roazes do Sado, assim como um desequilíbrio de todo o ecossistema de zonas sensíveis, nomeadamente do Parque Marinho Luiz Saldanha.

    Desta vez foi o conceituado fotógrafo Pedro Narra que deu o alerta nas redes sociais:

    "Golfinhos do Sado, Setúbal, Portugal. Nos anos 80 esta população contava com cerca de 40 animais. Hoje são apenas 28. Este ano nasceram duas crias, uma delas foi encontrada morta há duas semanas. Os resultados das necropsias nunca são comunicados. Exames toxicológicos não são efetuados aos animais. Setúbal e o rio Sado vão enfrentar nos próximos meses o maior atentado ambiental dos últimos anos. O Porto de Setúbal quer dragar o canal marítimo permitindo navios de maior calado entrarem quando existe um Porto de águas profundas em Sines. Nada disto faz sentido em Setúbal e no rio Sado."

    Numa publicação mais recente o fotógrafo aprofundou a questão:

    "A cidade de Setúbal encontra-se rodeada de três grandes áreas protegidas. O parque Natural da Arrábida, o parque Marinho Luís Saldanha e o segundo maior e talvez o mais importante estuário de Portugal, o Estuário do Sado, classificado como Reserva Natural. Ainda classificado como Zona de Proteção Especial do Estuário do Sado, Sítio do Estuário do Sado (Directiva Habitats), como Sítio da Convenção de Ramsar (zona húmida importante) e IBA (área importante para aves). Habitat de mais de 200 espécies de aves, e de uma grande variedade de moluscos, crustáceos e peixes. Mamíferos como o texugo, raposas ; lontras e os seus mais emblemáticos habitantes, os golfinhos do Sado, que escolheram este rio para se fixarem. Hoje, com decisões políticas escuras e secretas todo este ecossistema está em perigo. O turismo encontra-se em perigo, a pesca encontra-se em perigo com decisões ilegítimas, dado que a nomeação da presidente da Apss foi feita com contornos pouco claros e a provar-se a ilegalidade da nomeação, qualquer decisão desta não deve ter qualquer valor."

    No entretanto foi criada uma petição no sentido de tentar travar este atentado à biodiversidade existente nesta Reserva Natural (clica aqui para assinar), porque é urgente proteger quem não pode!

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, podes usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, e encontra tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotos - Pedro Narra

Tags
  • dragagem
  • dragagens
  • Rio Sado
  • Estuário do Sado
  • Setúbal
  • porto pesca
  • Areia
  • Praias
  • perigo
  • praia
  • Risco
  • APA
  • crime ambiental
  • Agência Portuguesa do Ambiente
  • Ministra do Mar
  • Ministério do Mar
  • clube da arrábida
  • Arrábida
  • sesimbra
  • Natureza
  • Destruição
  • Golfinhos
  • golfinhos roazes
  • pedro vieira
  • Pedro Narra
pub
similar News
similar
junho 05
Fim de semana chega com temperaturas amenas
junho 05
O mês que passou foi o maio mais quente de sempre
junho 05
Hoje há um eclipse penumbral da Lua
junho 05
Altice Portugal celebra Dia Mundial do Ambiente com criação de Comité de Sustentabilidade
junho 05
A partir de 2022 os cruzeiros não poderão utilizar gasóleo quando atracarem em Lisboa
junho 05
Oceano e alterações climáticas vão a debate no Museu de História Natural
junho 05
Hoje comemora-se o Dia Mundial do Ambiente!
pub