Homepage

  • Surfista em tribunal por “amona” a mulher
    06 setembro 2018
    arrow
    arrow
  • Fotografia
    ABC
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • O incidente ocorreu no mês passado e, agora, a justiça local anunciou que o homem é acusado de agressão, causando danos corporais reais.
  • A tensão na água no famoso pico de Lennox, em Nova Gales do Sul, Austrália, parece ser cada vez maior e há quem não olhe a sexos na hora de apanhar ondas. Foi o que aconteceu com um surfista local, de 55 anos. O homem vai agora ser presente a tribunal depois de ter feito uma “amona” a uma surfista, após um choque entre a prancha de ambos.

    O incidente ocorreu no mês passado e, agora, a justiça local anunciou que o homem é acusado de agressão, causando danos corporais reais, isto depois de ter colocado a cabeça da mulher debaixo de água por três vezes.

    “Vamos alegar que ele colocou a cabeça da vítima debaixo de água ao ponto de ela achar que se ia afogar. Também vamos alegar que ela fingiu estar inconsciente para ser libertada pelo atacante”, referiu o detetive inspetor chefe Cameron Lindsay ao jornal australiano “New Daily”.

    Esta foi apenas mais uma briga dentro de água naquele famoso spot australiano, uma vez que a polícia admite que estes casos têm vindo a aumentar nos últimos tempos. “A mensagem da polícia é que todos se respeitem dentro de água, porque as leis não se aplicam apenas em terra, também se aplicam no surf”, sublinhou o responsável policial.

    Isto acontece numa altura em que os locais se queixam do excesso de crowd e de tensão na água, sobretudo graças à presença de inúmeros turistas. No local já foi mesmo levantada uma placa onde se pede respeito pelos locais.

    Contudo, o famoso jornalista de surf e local Steve Shearer explicou que os surfistas estão “esfomeados” depois de um inverno atípico e que isso pode aumentar a tensão na água. Mas salientou também que o clima que se vive agora dentro de água é bem mais calmo do que antigamente.

    “Colocando as coisas num contexto, quando eu aprendi a surfar a cultura do surf era muito mais violenta. Na altura, se pisássemos a linha a consequência envolveria violência. Agora as coisas estão muito mais pacíficas. O crowd é algo para que tens de estar preparado nos dias de hoje. Tens de aceitar isso e perceber que te vais divertir menos”, frisou Shearer.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Localismo
  • Austrália
  • Lennox
  • Nova Gales do Sul
  • Amona
  • Fotografia
    ABC
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
setembro 15
Haddar, Ohara, Morretino e Capdeville vencem o Sintra Pro 2019
setembro 15
Frederico Morais: 'O principal objetivo foi alcançado em Miyazaki'
setembro 15
Brasil conquista duplo ouro no Japão; Kikas foi 7.º
setembro 14
Bodyboard: Miguel Ferreira e Joana Schenker fora do Sintra Pro
setembro 14
Frederico Morais: 'É um grande orgulho apurar Portugal para os Jogos Olímpicos'
setembro 12
Bodyboard: Pierre Louis Costes eliminado precocemente do Sintra Pro
setembro 13
Kikas vence Slater e outros tops mundiais e avança firme no Mundial ISA