Homepage

  • Adiada Finalíssima Feminina do Nacional de Surf Esperanças
    08 agosto 2018
    arrow
    arrow
  • As finais e as meias-finais do Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-16 e Sub-18 foram adiadas, pela direção técnica da prova, por falta de ondas no domingo passado, último dia da competição, na praia da Arda, em Viana do Castelo.
  • A nova data será agendada ainda este ano, de acordo com a disponibilidade das atletas e dos organizadores da prova: o Surf Clube de Viana (SCV) e a Federação Portuguesa de Surf (FPS).

    O top 32 nacional do surf feminino esperanças participou nesta Finalíssima, a primeira prova do Viana Surf City Fest.

    Quanto à prestação das atletas do SCV, Mariana Gonçalves (Sub-18) ficou pelo Round 3, muito próximo da qualificação para as meias-finais, e Raquel Otero (Sub-16) mantém-se na luta pelo título nacional. 

    No CNSE, o CAR Surf de Viana esteve ao serviço da modalidade. As atletas ficaram alojadas neste espaço, onde realizaram treino físico, contribuíram para a recolha de dados para um estudo científico e, sobretudo, confraternizaram, deixando a competição para o tempo efetivo de prova.

    O campeonato teve transmissão “live” com o apoio do Curso Profissional de Técnico de Audiovisuais, da Escola Secundária de Santa Maria Maior.

    “Esta parceria local assumiu grande importância para o clube. Aproveito para agradecer à Escola Secundária de Santa Maria Maior a disponibilidade”, refere João Zamith, Presidente do SCV.

    O clube homenageou o surfista Henrique Balsemão, pai de Concha Balsemão, atleta chamada a esta Finalíssima.

    Esta homenagem aconteceu pelo notável contributo que Henrique Balsemão tem dado ao desenvolvimento e à promoção do surf a uma escala nacional. É uma figura incontornável da modalidade. Foi, entre outras coisas, um dos fundadores da revista Surf Portugal e do programa televisivo Portugal Radical e manteve sempre uma ligação a Viana”, diz João Zamith.

    “Sempre tive uma ligação forte a Viana do Castelo e ao SCV. Fui sempre bem recebido, por isso apreciei muito esta homenagem”, avança Henrique Balsemão.

    “O SCV fez sempre um bom trabalho e tem tido um papel fundamental no desenvolvimento organizativo da modalidade. O facto das atletas terem ficado no CAR Surf em modelo estágio funcionou muito bem para a aproximação entre elas, sendo um bom exemplo da dinâmica do clube”, acrescenta.

    Francisca Veselko, filha de Filipa Leandro, está apurada para a final em Viana do Castelo, tanto em Sub-16 como em Sub-18.

    Filipa Leandro, que faz parte da primeira geração de surfistas portuguesas, escreve livros infanto-juvenis. “Vem Surfar com a Pipa, Jaime e Kika!” é a designação da sua coleção sobre surf.

    O seu livro sobre Viana do Castelo e o surf terá apoio da Câmara Municipal de Viana do Castelo.

    O SCV agradece ao Instituto Português do Desporto e Juventude, à Fundação do Desporto, à Câmara Municipal de Viana do Castelo, à Capitania do Porto de Viana, Agrupamento de Escolas de Santa Maria Maior, à World Surf Cities Network, à Roxy, à Jenny&Carmie, à Viana Segura e LS Boards.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • viana do castelo
  • Surf Clube de Viana
  • CAR SURF VIANA
  • henrique balsemao
  • joao zamith
  • surf
  • surf feminino
pub
similar News
similar
junho 05
Fim de semana chega com temperaturas amenas
junho 05
O mês que passou foi o maio mais quente de sempre
junho 05
Hoje há um eclipse penumbral da Lua
junho 05
Altice Portugal celebra Dia Mundial do Ambiente com criação de Comité de Sustentabilidade
junho 05
A partir de 2022 os cruzeiros não poderão utilizar gasóleo quando atracarem em Lisboa
junho 05
Oceano e alterações climáticas vão a debate no Museu de História Natural
junho 05
Hoje comemora-se o Dia Mundial do Ambiente!
pub