Homepage

  • Um norte-americano apanhou esta segunda-feira um blue marlin – também conhecido como espadarte-azul – de 366 quilos no mar da Madeira
  • Um cidadão norte-americano capturou esta segunda-feira um blue marlin de 366 quilos ao largo da ilha da Madeira. A captura deverá valer a Gary Carter um recorde mundial que durava há 20 anos.

    Um norte-americano apanhou esta segunda-feira um blue marlin – também conhecido como espadarte-azul (Makaira nigricans) – de 366 quilos no mar da Madeira, a 15 milhas da Fajã dos Padres. De acordo com o DNotícias da Madeira, Gary Carter terá batido um recorde mundial que durava há 20 anos.

    Gary Carter visita a ilha da Madeira há alguns anos e foi no último dia de estadia que conseguiu pescar o blue marlin. A captura aconteceu a bordo do barco “Silver Rod-0”, especialmente desenhado para pesca desportiva em alto mar, e durou cerca de uma hora. 

    Esta é uma espécie muito procurada em pesca desportiva e o seu estado de conservação é vulnerável.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotografias: DNotícias/Victor Hugo

    Fonte: Observador

Tags
  • peixe
  • Espadarte
  • espadarte azul
  • blue marlin
  • marlin
  • madeira
  • norte americano
  • Recorde Mundial
  • 366 kilos
  • 366 quilos
  • gigante
  • Gary Carter
  • Silver Rod 0
similar News
similar
setembro 22
Onda californiana de San Miguel a salvo de possível extinção
setembro 22
Há uma nova onda na Indonésia: é gerada por um navio encalhado e repete história do século XX
setembro 20
Kanoa Igarashi, de vice-campeão mundial ISA à prata olímpica em casa
setembro 22
Abriram as inscrições para o Campeonato Nacional de Surf Esperanças Sub-14
setembro 22
Exposição Viva celebra 1ª edição do Programa Atlantis no Dia Nacional da Água
setembro 21
Época balnear em Espinho prolongada até 26 de setembro
setembro 22
Nível do mar continua a subir a um ritmo alarmante