Homepage

  • CAMILLA KEMP SAGRA-SE CAMPEÃ NACIONAL
    02 agosto 2018
    arrow
    arrow
  • Camilla Kemp é a nova campeã nacional de surf feminino, título que conquistou hoje num enorme e muito difícil mar da Costa Nova, depois de vencer a final da Miss Activo Cup 2018.
  • É a quarta vez consecutiva que o Campeonato mais perfumado do surf português coroa a campeã nacional, um anúncio que apanhou de surpresa a própria vencedora.


    Na final, Yolanda Hopkins fez uma onda de 3.75 pontos e assumiu a liderança, posição que manteve durante quase toda a final. Já nos últimos 10 minutos a classificação virou com Camilla Kemp a fazer duas ondas (4.75 e 2.00 pontos) e a colocar-se na frente para não mais de lá sair.

    Clica aqui para ver a Costa Nova em directo.
    Por seu turno, a bicampeã nacional em título logrou apenas apanhar uma onda (3.50 pontos), enquanto Gabriela Dinis não conseguiu apanhar qualquer onda. No entanto, a existir, o prémio de combatividade seria para a jovem surfista do Clube Quinta dos Lombos, que aos 14 anos não se intimidou com o mar grande e, apesar das enormes dificuldades em alcançar o «outside» não desistiu enquanto não o conseguiu, mesmo que fosse a dois minutos do final da bateria.
    Carol Henrique, a ainda campeã nacional em título, quando falta apenas a prova de Cascais para completar o calendário do Campeonato Nacional de Surf Feminino (Liga MEO), definiu a competição de hoje com a palavra “coragem”.
    De facto, as condições de mar foram ficando cada vez mais difíceis ao longo do dia e, à hora da final (18h00), as ondas chegavam no mínimo aos dois metros.
    Por isso, é de realçar a coragem e abnegação de todas as atletas, mas especialmente das quatro finalistas, porque foi mesmo preciso querer muito vencer a Miss Activo Cup para encarar o desafio do mar.


    Camilla Kemp terminou em 1º lugar (6.75 pontos), Yolanda Hopkins foi segunda classificada (3.95), Carol Henrique ficou no terceiro posto (3.50) e Gabriela Dinis acabou no quarto lugar (0.00).
    A Miss Activo Cup 2018 conseguiu ainda a melhor onda do campeonato (9.25 pontos), enquanto Yolanda Hopkins completou o pódio deste troféu, com ondas pontuadas com 7.50 e 6.60, num total de 69 ondas surfadas ao longo do dia.
    Foi também aqui um confronto essencialmente entre Camilla e Yolanda, com a primeira a levar a melhor em quase toda a linha. É que os dois melhores scores da competição ficaram com Hopkins (12.00 e 11.60 pontos), enquanto o top 3 fechou com Mafalda Lopes (10.75 pontos).
    Gabriela Dinis teve ainda a satisfação de ser coroada Miss Simpatia da edição 14 da Miss Activo Cup, um prémio mais do que justo, quanto mais não fosse pela luta que, aos 14 anos, travou com o mar sem nunca lhe virar a cara.
    A Miss Activo Cup 2018 despede-se assim em grande, com um derradeiro dia de praia excelente, uma competição vibrante, um mar à Costa Nova e mais um título nacional de surf atribuído.
    Assim, até para o ano para a 15ª edição do Campeonato mais perfumado do bodyboard europeu, do surf nacional, do slackline mundial e… do Verão português!
     
    DECLARAÇÕES DAS ATLETAS
     
    CAMILLA KEMP (1º lugar) – “Sempre tive este objectivo de ser campeã nacional. Tenho muitos objectivos internacionais, mas este título era um sonho e consegui-lo aqui na Costa Nova e com este mar grande é fantástico. Foi um mar que nos fez atingir os limites numa final super renhida e em que todas enfrentaram o desafio que estava o mar. Parabéns a todas. Estou muito satisfeita por ter ganho e também ser a nova Miss Activo Cup”.
     
    YOLANDA HOPKINS (2º lugar) – “Foi um campeonato interessante. As ondas estiveram boas e a crescer ao longo do dia. Comecei com um 7.50 pontos e fiquei esperançada de lutar pela vitória. Já sabia que a final ia ser muito difícil e quem apanhasse um ou duas ondas poderia ganhar. Faltou-me uma ondinha, mas estou satisfeita com a minha prestação. Fomos todas muito corajosas”.
     
    CAROL HENRIQUE (3º LUGAR) – “Foi uma prova bem difícil, com condições muito pesadas. Estamos todas de parabéns, porque foi uma prova de superação e coragem. Essa é a palavra que define este campeonato. Queria muito vencer, mas sabia que ia ser difícil, porque era uma lotaria em que qualquer uma podia apanhar uma onda e surfar. Mesmo assim, estou satisfeita com o meu terceiro lugar e quero dar os parabéns à Camilla”.
     
    GABRIELA DINIS (4º lugar) – “O mar estava um bocado difícil, mas estou satisfeita com o resultado. Eu gosto de ondas grandes e o mar estava assim. Tive dificuldades em chegar ao «outside», mas tentei até conseguir e consegui”.

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotos - Andre Neto

Tags
  • Camilla Kemp
  • Yolanda Hopkins
  • Carol Henrique
  • Miss Activo Cup
  • liga meo surf
  • ilhavo
  • costa nova
  • Praia da Barra
  • Surf
  • Portugal
pub
similar News
similar
novembro 13
Rui Costa: “Em Portugal só existem três praias que podem acolher o Capítulo Perfeito”
outubro 21
MEO promove heat especial 'Beat the Plastic Waste' para derrotar o plástico
novembro 13
Miguel Braz, Carolina Ruivo e Simão Teixeira são campeões nacionais de skimboard
novembro 13
Martim Carrasco é o novo campeão nacional de Sub-18
novembro 12
Paris’2024: Taiti na “pole position” para receber prova de surf
novembro 12
Bodyboard, dropknee e bodysurf regressam à Caparica
novembro 12
Vírus do Atlântico propaga-se ao Pacífico e infecta focas e lontras