Homepage

  • Durante os três dias de intervenção, crianças, público em geral e membros da comunidade piscatória, tiveram como missão sensibilizar os mariscadores....
  • A campanha Mariscar SEM Lixo regressou ao estuário do Sado, nos dias 11, 12 e 13 de agosto, com uma grande ação de sensibilização dirigida à comunidade piscatória, durante a festa centenária desta comunidade, em honra da Nossa Senhora do Rosário de Tróia.

    Esta festa reúne cerca de 1000 pessoas da comunidade piscatória, é por isso um momento chave de sensibilização para o problema do lixo da pesca e da mariscagem na conservação do oceano.

    Durante os três dias de intervenção, 181 voluntários (crianças, público em geral e membros da comunidade piscatória) tiveram como missão sensibilizar os mariscadores e a comunidade piscatória acampada na caldeira de Tróia, e limpar a vegetação do sapal. Para além da caldeira, esta ação interveio em mais quatro locais de mariscagem do estuário.

    “Mariscar SEM Lixo” é uma campanha de sensibilização e limpeza das margens do estuário do Sado, levada a cabo pela Ocean Alive, que alerta para o problema global do plástico no oceano e que tem como objetivo sensibilizar os mariscadores de lingueirão para não deixarem no mar as embalagens vazias de sal fino que utilizam para capturar este bivalve.

    Ao longo dos três dias, foram sensibilizados 1.183 membros da comunidade piscatória. Destes, 680 foram abordados nos acampamentos e 503 foram abordados durante a apanha do lingueirão. Apenas três embalagens de sal foram deixadas na maré nos quatro locais de mariscagem intervencionados. Em ações anteriores desta campanha, foram deixadas 15 embalagens num dia, em 2016, e cinco em três dias de intervenção na caldeira, em 2017.

    Nesta ação, foram removidos 430kg de resíduos da vegetação do sapal desta laguna do estuário do Sado e que é também um sítio de conservação prioritária no âmbito da diretiva habitats da UE. Destes, 62kg foram enviados para a reciclagem, principalmente plásticos e vidros. Foram também recolhidas 760 embalagens de sal antigas, comparativamente com 1.766 recolhidas na ação do ano anterior.

    A campanha Mariscar SEM Lixo já envolveu em dois anos 2.867 voluntários, recuperou 49.506 embalagens de sal e 42 toneladas de lixo do estuário do Sado, dos quais 6 toneladas foram encaminhadas para reciclagem.

    O projeto desenvolve atividades em três vertentes: ações mensais de limpeza das margens do estuário do Sado, realizadas por “voluntários do mar”; ações de sensibilização direta aos mariscadores e comunidade piscatória realizadas por agentes de sensibilização, as mulheres da comunidade piscatória; e a criação de uma rede de stakeholders locais para promover soluções que evitem o lixo da mariscagem, como a colocação de contentores de lixo e ecopontos, nas zonas onde ocorre esta atividade.

    Mais informações em Ocean Alive!

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • mariscar sem lixo
  • Ocean Alive
  • lixo
  • Ação de sensibilização
  • troia
  • Setúbal
  • alentejo
  • mariscadores
  • Sustentabilidade
  • Rio Sado
  • Plástico
pub
similar News
similar
outubro 22
Manuel Gameiro, do Ribatejo para o topo do surf nacional
outubro 21
Salvamentos aumentaram nas praias portuguesas na época balnear de 2020
outubro 22
Cerca de 1 milhão de toneladas de equipamentos de pesca chega aos oceanos anualmente
outubro 22
BV2, o novo modelo da Chilli Surfboards já está disponível em Portugal
outubro 22
Surfista preso em zona de falésia é resgatado em Aljezur
outubro 22
Bernardo Jerónimo avança mais uma ronda no Frontón King 2020
outubro 22
Bom Petisco Cascais Pro alimentado a 60% com energia solar
pub