Homepage

  • Temperaturas começam a subir hoje
    05 julho 2018
    arrow
    arrow
  • A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e pequena subida da temperatura máxima, em especial no interior.
  • Os arquipélagos da Madeira e dos Açores e os 18 distritos do continente apresentam hoje um risco muito elevado e elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), segundo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

    De acordo com o IPMA, em risco muito elevado estão as ilhas do Faial, Terceira, Flores e São Miguel, nos Açores, as ilhas da Madeira e do Porto Santo e os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Setúbal, Viana do Castelo, Porto, Aveiro, Leiria, Lisboa, Santarém, Évora, Beja e Faro no continente.

    O IPMA colocou também os distritos de Braga e Coimbra em risco elevado.

    Para as regiões com risco muito elevado e elevado, o IPMA recomenda o uso de óculos de sol com filtro UV, chapéu, 't-shirt', guarda-sol e protetor solar, além de desaconselhar a exposição das crianças ao sol.

    Os índices UV variam entre 1 e 2, em que o risco de exposição à radiação UV é baixo, 3 a 5 (moderado), 6 a 7 (elevado), 8 a 10 (muito elevado) e superior a 11 (extremo).

    O IPMA prevê para hoje no continente períodos de céu muito nublado, apresentando-se geralmente muito nublado no litoral das regiões Norte e Centro até ao fim da manhã e tornando-se pouco nublado ou limpo na região Sul.

    Está também prevista a possibilidade de ocorrência de períodos de chuva fraca no litoral das regiões Norte e Centro.

    A previsão aponta ainda para vento em geral fraco predominando de noroeste, soprando moderado a partir da tarde no litoral e nas terras altas, neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais e pequena subida da temperatura máxima, em especial no interior.

    As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 10 graus Celsius (na Guarda) e os 17 (em Faro e Lisboa) e as máximas entre os 20 graus (em Viana do Castelo) e os 29 (em Faro, Évora, Beja e Castelo Branco).

    Três concelhos do distrito de Faro em risco muito elevado

    Os concelhos de Castro Marim, Tavira e Alcoutim, no distrito de Faro, apresentam hoje um risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

    O IPMA colocou também em risco elevado de incêndio os concelhos de Loulé, São Brás de Alportel, Silves, Lagos, Aljezur e Portimão, no distrito de Faro, e Odemira, Almodóvar e Mértola, em Beja.

    O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, que podem variar entre o reduzido e o máximo.

    O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

    Também podes consultar a nossa previsão de Surf e Praia para esta semana.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fotografia: Lary Robby

Tags
  • julho
  • Previsão
  • Previsão do tempo
  • temperaturas
  • meteorologia
  • risco
  • riscos
  • aviso
  • avisos
  • muito elevado
  • alertas
  • Incêndio
  • Instituto Português do Mar e da Atmosfera
  • ipma
  • meteo
  • tempo
  • chuva
  • sol
  • calor
  • Raio UV
  • Radiação Ultravioleta
  • portugal
pub
similar News
similar
janeiro 20
Cadeira 'Turtle' da Buondi nomeada para prémio internacional
janeiro 20
Tomás Lacerda faz história com triunfo em importante prova de SUP
janeiro 20
Angels Surf School apresenta modalidade Performance Training
janeiro 20
Semana começa com vento até 110 quilómetros por hora
janeiro 17
Comunidade do longboard ajuda os animais vítimas dos fogos na Austrália
janeiro 17
Agitação marítima arrasta duas pessoas na Califórnia (Vídeo)
janeiro 17
Nestlé investe 1,86 mil milhões de euros na reciclagem de plásticos