Homepage

  • Polícia Marítima suspende faina em área protegida
    12 julho 2018
    arrow
    arrow
  • A faina foi de imediato interrompida e apreendidos cerca de 170Kg de peixão e cerca de 180Kg de goraz, ascendendo o total final a mais de 350Kg.
  • Polícia Marítima suspende faina em área proibida na área protegida do Banco Condor.

    O Comando-local da Polícia Marítima da Horta efetuou, no dia 04 de julho, uma ação fiscalização conjunta com a Inspeção Regional das Pescas, na qual intercetou uma embarcação de pesca que se encontrava em faina na área protegida do Banco Condor.

    A faina foi de imediato interrompida e apreendidos cerca de 170Kg de peixão e cerca de 180Kg de goraz, ascendendo o total final a mais de 350Kg.

    A embarcação foi conduzida ao porto da Horta, onde o pescado subdimensionado foi doado a instituições de solidariedade social e o restante vendido em lota, ficando à ordem do processo de contraordenação que corre o trâmite normal.

    Nesta ação foi empregue uma embarcação rápida da Polícia Marítima com três agentes e um inspetor de pescas, em terra a operação prosseguiu com outros dois agentes da Polícia Marítima e um inspetor da Inspeção Regional das Pescas.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf!

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Fonte e Fotografias: AMN

Tags
  • Polícia Marítima
  • Polícia
  • Pesca
  • Barcos
  • Açores
  • goraz
  • Banco Condor
  • Interdição
  • área protegida
pub
similar News
similar
setembro 19
Temperaturas vão dos 10º aos 34º esta quarta feira!
setembro 19
Surfistas queixam-se das praias da Costa de Caparica!
setembro 18
O agradecimento do Ericeira Surf Clube!
setembro 18
Polícia Marítima fiscaliza pesca lúdica na Costa Vicentina
setembro 18
Surf Talks by Turismo de Portugal
setembro 18
Termómetros já começaram a descer!
setembro 18
Fim da época balnear aumenta perigo nas praias.