Homepage

  • Reserva Mundial já tem plano de gestão
    11 junho 2018
    arrow
    arrow
  • Documento só foi possível após entendimento entre as associações AABC, ESC e SOS - Salvem o Surf e a Câmara Municipal de Mafra.
  • Após três anos de incerteza, foi lançado na passada sexta-feira um plano de gestão para a Reserva Mundial de Surf da Ericeira. Um documento criado para o biénio de 2018/2019, que só foi possível depois de as três associações envolvidas (Associação dos Amigos da Baía dos Coxos, Ericeira Surf Clube e SOS - Salvem o Surf) terem finalizado o documento juntamente com a Câmara Municipal de Mafra.

    “Este plano de gestão é muito importante pois identifica ameaças à qualidade do surf e do ambiente na Reserva Mundial de Surf da Ericeira e planifica as soluções para esses problemas”, pode ler-se no comunicado enviado pela própria SOS – Salvem o Surf. “Celebramos assim o World Oceans Day e fazemos os votos que o nosso esforço frutifique a bem do surf e do ambiente”, frisam.

    Clica aqui para ver a Ericeira ao vivo!

    Pedro Bicudo, responsável da SOS – Salvem o Surf, congratulou-se pela resolução deste assunto. “Este documento foi o resultado de muito trabalho de campo, muitos estudos, muitas reuniões, algumas com debates intensos, conjugando a enorme experiência em surf e ambiente das associações de surfistas com os meios, os especialistas e a capacidade concretizadora da CMM”, destacou.

    Este plano de gestão para a Reserva Mundial de Surf da Ericeira, que foi a primeira a surgir na Europa, apresenta 61 páginas. Além de ter uma apresentação da Reserva Mundial de Surf, a localização e uma descrição das ondas, o plano apresenta ainda a visão estratégica para a Reserva Mundial de Surf da Ericeira.

    “O presente plano pretende contribuir para sistematizar e reforçar esta dinâmica, definindo objetivos para uma gestão sustentável da Reserva Mundial de Surf da Ericeira. Para cada objetivo foram identificadas as ameaças à sua concretização e as consequentes estratégias para mitigação, as quais integram, por sua vez, medidas que se materializam em ações, as quais serão desenvolvidas e suportadas financeiramente pelos vários parceiros, de acordo com os respetivos orçamentos anuais ou com a sua cultura e experiência de surf”, afirma Hélder Sousa Silva, presidente da Câmara de Mafra e também presidente da Comissão Municipal de Gestão da RMSE, numa nota de introdução no referido plano.

    Entre as várias “fraquezas e ameaças” registadas no documento destacam-se a “ausência de estatuto legal do conceito de Reserva”, “ausência do financiamento específico para a implementação e manutenção da Reserva”, “aumento da pressão urbanística e turística na área classificada como Reserva”, “ausência de um modelo de gestão local que considere a existência da Reserva” ou “crescimento desenfreado das escolas de surf sem qualquer regulamentação”, entre outros.

    “Previsto para horizonte temporal de 2018 a 2020, este é um documento dinâmico, não só porque se pretende assegurar a sua monitorização e atualização regular em sede do CMGRMSE, mas também porque se ambiciona o envolvimento dos diversificados stakeholders institucionais, associativos e empresariais e, em última instância, dos próprios cidadãos”, finaliza o autarca.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

    Foto: CM Mafra

Tags
  • ericeira
  • Reserva Mundial de Surf
  • Ericeira Surf Clube
  • SOS - Salvem o Surf
  • Associação dos Amigos da Baía dos Coxos
  • Câmara Municipal de Mafra
  • Fotografia
    CM Mafra
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
junho 02
Caravanismo ilegal originou 92 autos de contraordenação na Costa Vicentina
junho 02
Stephanie Gilmore apostada em chegar ao oitavo título
junho 02
'Verão no Parque' já chegou a mais 4 espaços do concelho de Cascais
junho 01
“Enfrentámos muitas dificuldades para o surf chegar aos Jogos”
junho 01
Prolongadas as licenças das escolas de surf emitidas pelo Porto de Leixões
junho 01
Polícia Marítima fiscalizou atividade das escolas de surf na Praia de Matosinhos
junho 01
Estrela das balizas recebe ensinamentos de surf de Carlos Muñoz
pub