Homepage

  • Protesto contra o petróleo a nível nacional
    04 junho 2018
    arrow
    arrow
  • Fonte
    Redação
powered by
  • Meo
  • Mercedes
  • Buondi
Segue-nos nas redes
  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
  • Cordão humano a ser realizado durante 20 minutos a partir das 15 horas do próximo dia 7 de julho, através da ação de surfistas, bodyboarders e nadadores.
  • Está marcado para o próximo dia 7 de julho um protesto a nível nacional contra o furo de Aljezur e a possível exploração de combustíveis fósseis em Portugal. Esta propõe-se a ser uma ação conjunta no mar ao nível de toda a costa de Portugal continental e dá pelo nome de “Petróleo é má onda”.

    O evento está a ser divulgado pelas redes sociais, nomeadamente o Facebook, e faz uma convocatória para um cordão humano a ser realizado durante 20 minutos a partir das 15 horas do próximo dia 7 de julho, através da ação de surfistas, bodyboarders e nadadores.

    Esta é uma ação prevista para todas as praias de Portugal Continental e que tem como objetivo reclamar “o espaço do mar como espaço público de todos e contestar a prospeção de hidrocarbonetos promovida pelo estado português que avança em contrassenso e sem estudos ambientais, contra a opinião dos seus habitantes”.

    O movimento apela ainda a que todos os interessados na defesa do mar reúnam um grupo na praia a que pertencem, à mais próxima onde vivem ou à que costumam frequentar e levem todos uma cruz preta pintada na testa em forma de protesto. Assim como também pedem que o evento seja partilhado para alcançar uma escala nacional.

    “Por um futuro sem furos e pela proteção do ecossistema partilhado por todos, somos a favor da transição energética para as renováveis e descarbonização do país, especialmente tendo em conta os incríveis recursos naturais que temos, como as ondas, o vento e o sol”, pode ler-se no evento.

    Esta ação surge na sequência dos vários protestos que já se realizaram ao longo do país e que agora ganham contornos a nível nacional. Isto depois de a Agência Portuguesa do Ambiental ter dado o aval para a realização do furo ao largo da costa algarvia e alentejana, mais concretamente em Aljezur.

     

    Para acompanhar e confirmar live, os dados sobre o estado do mar, pode usufruir da nossa rede de livecams e reports preparada para essa finalidade.

    Visita a nossa Loja Online, encontras tudo o que precisas para elevar o teu nível de surf! 

    Foto: Sul Informação

    Segue o Beachcam.pt no Instagram

Tags
  • Petróleo
  • Praias
  • Protesto
  • Portugal
  • aljezur
  • Fonte
    Redação
pub
similar News
similar
março 31
Kelly Slater aproveita isolamento para cantar (Vídeo)
março 31
Campeão mundial espanhol de surf adaptado está infetado com coronavírus
março 31
Em quarentena, campeã olímpica treina em piscina insuflável (Vídeo)
março 31
Escola de Surf da Figueira contorna quarentena com aulas online
março 30
Erupção do vulcão Merapi lança cinzas a 5 mil metros de altura
março 31
ISA World Surfing Games adiados por tempo indeterminado
março 31
Multas para surfistas chegaram a J-Bay